(Reprodução)

Um pênalti marcado a favor do Internacional no confronto contra o RB Bragantino, na partida realizada na noite deste domingo (31) gerou muitas controvérsia já que, para muitas pessoas, a bola bateu inicialmente na barriga do defensor do clubes paulista e não diretamente na mão.

Na transmissão do Premiere, a comentarista de arbitragem, Nadine Basttos, afirmou que o pênalti foi bem marcado. No Twitter, o jornalista Mauro Cézar Pereira rebateu a afirmação de Nadine. “Red Bull Bragantino já perdeu para o Palmeiras no jogo do “ponto cego” do VAR, hoje o árbitro não marcou pênalti e o VAR intervencionista da CBF entrou em ação. A bola tocou na barriga de Weverton. Segunda vitória do Inter com pênalti, um aconteceu, outro não”, publicou em sua rede social. A comentarista de arbitragem respondeu: “Isso na sua interpretação da regra”.

Mauro então publicou a recomendação da CBF para casos como o ocorrido no Beira-Rio, mas Nadine recomendou que o jornalista ex-ESPN fizesse um curso de arbitragem: “Isso se não tiver um movimento adicional... mas fique com sua interpretação, respeito, mas se quiser fazer um curso de arbitragem, recomendo também”.

A resposta de Mauro foi no mesmo tom: “Não mudam nada, vocês, árbitros, ex-árbitros e bandeiras. Erravam no campo, agora quando erram na TV, não admitem. Lamento, Nadine, apelou. Mas se quiser fazer curso de jornalismo, estágio, aprender um pouco sobre a profissão para aprender um pouco como lidar corretamente com a comunicação, recomendo também".

Depois Nadine Basttos apagou seu perfil no Twitter.

Com informações do Bola Vip