(Reprodução)

A Warnermedia, dona da marca TNT Sports, teme que sua transmissão do Brasileirão 2021 gere prejuízo com a diminuição no número de jogos a que tem direito, informa o UOL Esporte. Hoje, a empresa poderia mostrar 42 partidas — 14 a menos do que na temporada 2020. Esse número, porém, pode cair para 12 dependendo das últimas rodadas das Séries A e B. Por outro lado, mesmo com prejuízo, não há chance de a Warner abrir mão do torneio.

A situação é a seguinte: o Internacional não tem mais contrato para 2021 e apenas quatro times com acordo com a Warner estão longe de serem rebaixados (Palmeiras, Santos, Athletico e Ceará). Dois deles lutam, rodada a rodada, contra o Z4 (Fortaleza e Bahia) e o Coritiba ªtem missão complicada para evitar o descenso: é o 19º colocado.

Na Série B, o Juventude é o único dos times que brigam pelo acesso que vendeu seus direitos ao grupo norte-americano.

Em um cenário realista, a Warner deve ter seis times no Brasileirão 2021. Com isso, garantiria 42 partidas e ao menos um jogo por rodada. A partir de cinco times, porém, a situação complica. Fontes ouvidas pela reportagem dizem que será muito difícil vender um pacote publicitário com valores que cubram os custos de produção das partidas.