SBT vai pagar mínimo de US$ 15 milhões por ano pela Libertadores

(Reprodução)

O SBT ofereceu cerca de US$ 15 milhões de mínimo garantido por ano à Conmebol para ter os direitos de transmissão da Libertadores em TV aberta. Além disso, permitiu que os parceiros da Conmebol tenham espaço durante a transmissão, algo que era vetado pela Globo.

Segundo a Máquina do Esporte, essa flexibilização foi um dos motivos para a entidade aceitar receber menos da emissora carioca, que pagava US$ 60 milhões ao ano pelos direitos da Libertadores tanto na TV aberta quanto para um pacote na TV paga.

Agora, o SBT vai ao mercado para tentar recuperar o investimento feito e começa a oferecer um pacote que tem, como valor de tabela, R$ 325 milhões, com entregas de anúncio tanto na transmissões de jogos, num programa semanal aos sábados "O Melhor da Libertadores" e em alguns programas da casa.

O SBT aplica, normalmente, cerca de 75% de desconto no valor de tabela, mas isso pode chegar a até 85% nesse primeiro momento. Isso significa que as cotas de transmissão possam ser vendidas por cerca de R$ 50 milhões cada. Assim, o SBT precisaria de pelo menos duas vendas para fechar o valor mínimo a ser pago à Conmebol e não ter prejuízo com a aquisição do torneio.





SBT vai pagar mínimo de US$ 15 milhões por ano pela Libertadores SBT vai pagar mínimo de US$ 15 milhões por ano pela Libertadores Reviewed by Ribamar Xavier on 11.9.20 Rating: 5

3 comentários:

  1. Uma redução drástica nos vencimentos. Isso me faz concluir que a Globo, desses 60 milhões de dólares, metade era pra TV aberta e metade pra TV paga.

    Levando em consideração que o pacote da Disne custa 50 milhões de dólares.....

    ResponderExcluir
  2. essa diminuição deve refletir na premiação paga aos times no ano seguinte.

    ResponderExcluir
  3. Engraçado, não aceitou os 45,5 milhões da Globo mas aceitou os 15 milhões do SBT.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.