(Reprodução)
Os 40 clubes das Séries A e B assinaram um acordo de venda de seus direitos do Brasileiro para o exterior com a empresa GSRM (Global Rights Management). De acordo com o blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte, a ideia da empresa é implantar uma plataforma de OTT própria para o certame com possibilidade de assinatura em todos mundo para ter acesso à Série A e B.

Além disso, e mais importante, será a venda dos direitos do Brasileiro no exterior para televisões abertas e fechadas. A prioridade é atingir, primeiro, a América do Sul com países como Peru, Colômbia e Argentina. Há a expectativa de que esses mercados terão interesse maior no Brasileiro.

A segunda etapa prevista é de expansão para o restante da América, isto é, para o Norte. São quatro etapas. Em paralelo, há intenção de tentar chegar em mercados como Europa e Ásia.

A venda em canal pago no exterior é ainda uma incógnita porque não se sabe o tamanho do mercado brasileiro fora. As imagens a serem usadas serão as da Globo e da Turner.