Operação financeira do FOX Sports afastou possíveis interessados, diz jornal

(Reprodução)
Com o voto favorável do relator do Cade (Conselho Administrativa de Defesa Econômica), Luis Henrique Bertolino Brado, a fusão da Disney com a FOX deve ser definitivamente aprovada pelo órgão federal na sessão da próxima quarta-feira (6).

AINDA SOBRE O ASSUNTO
Cade deve aprovar fusão da Disney com a FOX na próxima sessão do órgão

Em fevereiro do ano passado, o Cade condicionou a aprovação a venda do FOX Sports pela Disney. Desde então, algumas empresas mostraram interesse superficial, outras avançaram com propostas: o serviço de streaming DAZN, a produtora europeia Mediapro e a Simba, que é uma sociedade entre a Record TV, SBT e RedeTV. Nenhuma delas agradou. Ainda teve o interesse concreto da RioMotorsports, que não mostrou garantias financeiras para fechar o negócio.Nenhuma das empresas, porém, cumpriu os requisitos impostos pelo Cade, que percebeu que, depois de nove meses, decidiu rever o processo do caso.

O LANCE! informa que um dos grandes motivos que acabou afastando possíveis interessados foi a operação financeira do FOX Sports no Brasil, que fez grandes investimentos ao longo dos anos. Fontes relataram que o prejuízo financeiro foi tão impressionante que, caso a emissora não fosse administrada por uma empresa tão grande e tão bem estabelecida economicamente, seria um início de uma enorme crise financeira.

A decisão do relator do Cade pontuou, no entanto, um item importante sobre a aprovação da fusão: garantias sobre a manutenção dos empregados, das estruturas e, além disso, a continuidade do funcionamento do canal como FOX Sports. Isto entra em conflito com as intenções da Disney sobre toda a fusão, já que o processo padrão em outros países foi o fim do FOX Sports e a integração ao nome ESPN. A decisão não é definitiva e será revista assim que tudo for concretizado, mas mostra uma postura ainda conservadora por parte do Cade em relação ao processo.

Ainda em conformidade com o LANCE!, o sentimento com a notícia do sinal verde concedido pelo relator do Cade foi de alívio nos corredores do FOX Sports com a aproximação do fim de todo o longo e árduo processo que durou dois anos.

Tanto o FOX Sports quanto a ESPN, continuavam seus planejamentos, mas sempre com o asterisco sobre a incerteza do dia de amanhã. Eram muitas possibilidades: um novo dono, a continuação do canal ou até mesmo o fim da marca e a integração com a ESPN Brasil, que é o cenário que interessa a Disney. A próxima semana será repleta de novidades para os dois canais e todos os funcionários, que, enfim, irão descobrir o que de fato irá acontecer.




Operação financeira do FOX Sports afastou possíveis interessados, diz jornal Operação financeira do FOX Sports afastou possíveis interessados, diz jornal Reviewed by Ribamar Xavier on 2.5.20 Rating: 5

6 comentários:

  1. Pior coisa que poderá acontecer e a fusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim unknown é pior coisa eu sou contra a fusão do foxsports com a espn eu preferia um outro grupo comprar o foxsports e o cade vai fazer um erro aprovar a fusão do foxsports com a espn.

      Excluir
  2. Com a crise gerada pela pandemia mundial, esquece de vez a venda, não há outra solução a não ser a fusão.

    ResponderExcluir
  3. A Fox sports vem acumulando prejuízos nos últimos anos, mas o principal deles foi a copa do mundo da Rússia em 2018 que além de praticamente fazer todos os programas direto do estúdio no IBC na Rússia a emissora gastou com hospedagem, alimentação entre outros e ainda por cima não conseguiu vender todas as cotas de patrocínio da competição, acho que a Rio 2016 também deu prejuízo pra emissora pois o SporTV detonou nessa olimpíada e ainda esses dois eventos que citei não deram audiência para a Fox e tem outras coisas como a não renovação da Premier league deixando assim a ESPN com exclusividade, na minha opinião transmitindo pessimamente a Bundesliga( era melhor o acordo antigo com a ESPN) La Liga +- o que ferrava é que é no Fox Premium, mas enfim se a fusão se concretizar perderemos mais um canal de esportes, ficaremos só com dois fixos novamente o Esporte Interativo é superstations então não conta, enfim tomara que algum milagre aconteça nos 50 do 2° tempo!!

    ResponderExcluir
  4. Com a fusão, o Grupo Espn vai crescer, ter mais eventos e profissionais e tentar ou até se equiparar a RGT. Do jeito que está, Fox nesse vai e vem e a Espn sem praticamente nada de interessante na mão, a RGT deita e rola, não atoa é a q mais influencia o Cade a não aprovar a fusão.

    A FUSÃO É A MELHOR SOLUÇÃO.

    ResponderExcluir
  5. Que bom que a fusão vai ocorrer. Os incomodados que chorem em posição fetal.

    Fox Sports só tem mais audiência que ESPN por conta do circo que são os debates capitaneados pelo Benjamin Back e companhia limitada. E como povo brasileiro tem um gosto desgraçado pra essas coisas.......

    No demais é um canal que fecha mais no vermelho do que no azul. E algumas decisões tomadas ao longo desses 8 anos foram bastante questionáveis (tipo o jogo duplo pra tentar pegar parte dos direitos da PL).

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.