Cotas do Paulistão podem não ser pagas integralmente se campeonato não continuar

(Reprodução)
Se o Paulistão 2020 não for concluído os clubes podem ficar sem receber parte das cotas de transmissão por parte da Globo. A informação foi publicada pelo UOL Esporte. O contrato firmado entre o Grupo Globo e a Federação Paulista de Futebol conta com uma cláusula de proteção no caso desse tipo de eventualidade.

Porém, a cláusula não significa que necessariamente os clubes ficarão sem receber esse dinheiro. Executivos da emissora esperam para conferir qual será a resolução para a paralisação do estadual e quantas datas deixarão de ser disputadas, se é que isso irá acontecer, para discutir internamente.

A Globo, por exemplo, já deixou de exercer no passado uma cláusula contratual que exigia um determinado número de titulares em campo, ao levar em consideração se um clube escalava um time reserva no estadual na mesma semana em que disputaria jogo muito relevante em uma outra competição.




Cotas do Paulistão podem não ser pagas integralmente se campeonato não continuar Cotas do Paulistão podem não ser pagas integralmente se campeonato não continuar Reviewed by Ribamar Xavier on 24.3.20 Rating: 5

4 comentários:

  1. Pessoal, desculpa aí as mudanças de layout. É em razão de alguns problemas de pesquisa do Google que precisamos solucionar. Mas para felicidade dos que se queixaram (risos), voltamos com o layout de sempre.

    ResponderExcluir
  2. Olha o que dá fazer esses estaduais intermináveis, jogam 3 meses pra nada, só pra decidir quem vai pegar quem no mata-mata. Já que começaram, terminem, nem que os grandes que vão jogar o Brasileiro, coloquem sub-20 ou aspirantes pra jogar o estadual, igual alguns times já o fazem.

    ResponderExcluir
  3. Tem estadual com 10 times, jogam 3 meses pra ver quem vai ser o 8° pra pegar o 1° ... Pra que isso?

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.