"Globo não vai insistir para ter jogos do Flamengo no Campeonato Carioca", diz Mauro Cézar

(Reprodução)
A menos de trinta dias para o início do Campeonato Carioca, Globo e Flamengo seguem sem acordo para transmissão das partidas do rubro-negro. Além de o Flamengo não aceitar a proposta da emissora, a própria Globo não deu demonstrações de que fará esforços para exibir o atual campeão do torneio em 2020. O comentarista Mauro Cezar Pereira vê isso como uma oportunidade de mudança de rota na forma como são realizados os estaduais.

"Não vai ter jogo do Flamengo na televisão no estadual, não houve acordo e pelo jeito a TV Globo também não vai insistir, não. Vai do jeito que está. Isso pode ser um passo importante para que esses campeonatos acabem entrando num outro caminho, porque o que os sustenta esse tempo todo é a televisão. Quando a televisão começa a não se interessar tanto, isso pode significar alguma mudança em breve no calendário do futebol brasileiro", disse o jornalista.

Mauro Cezar sugere como uma das alternativas para mudar o calendário do futebol brasileiro a antecipação do Campeonato Brasileiro e a utilização das Datas Fifa para os estaduais, que seriam realizados ao longo do ano. "Já que tem essas Datas Fifa e tem o estadual, por que não espalha o estadual pelas Datas Fifa do ano? Seria mais razoável, porque aí você vai desfalcar os times, mas é o estadual, é o torneio menos importante. Começa em fevereiro o Campeonato Brasileiro, aí tem Data Fifa e você vai ter um jogo na quarta e um jogo no domingo pelo estadual", explicou.

As declarações de Mauro Cézar foram dadas no programa 'Posse de Bola', do UOL Esporte, desta segunda-feira (23). Mauro, que entrou em férias na ESPN Brasil.





"Globo não vai insistir para ter jogos do Flamengo no Campeonato Carioca", diz Mauro Cézar "Globo não vai insistir para ter jogos do Flamengo no Campeonato Carioca", diz Mauro Cézar Reviewed by Ribamar Xavier on 24.12.19 Rating: 5

9 comentários:

  1. Problema é como os clubes menores vão manter os times durante o ano inteiro pra jogar praticamente uma vez por mês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Série E gigante, regionalizada, com grupos de 14 ou 16 equipes até chegar nos mata matas. Ou seja no mínimo mais 26 jogos por ano p todos os times profissionais do Brasil.

      Excluir
    2. AquiEGaloFC também acho que essa é a saída, fazer uma Super Série E, dividindo em grupos entre 8 e 16 equipes regionalizadas ou até de um mesmo estado, senda essas uma espécia de estadual, qualificando os melhores no geral para a Série D.

      Excluir
  2. Que seja o começo da saída dos clubes das séries a,b,c de campeonatos estaduais, que não servem para exatamente nada e que só atrapalham. Sou flamenguista e afirmo: o Flamengo ganhou DOIS TÍTULOS (libertadores e brasileiro) o outro pra mim é pré temporada.

    ResponderExcluir
  3. "HÁ MENOS"? HÁ se refere a passado; o certo seria A MENOS, futuro. Este site não tem revisor não?

    ResponderExcluir
  4. Tipo a Série E do Brasil Mundi no Football Manager,que aumenta a s Série D também

    ResponderExcluir
  5. Que a Ferj se vire pra bancar os times menores

    ResponderExcluir
  6. Já dar pra ver que os Estaduais pra RGT, já não está tendo a mesma importância de antes. pois até cinco anos eles passavam também as quartas e agora só mostraram no fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Que a FERJ ajude os times menores a melhorarem seus estádios e chegarem a Série B, pois o que se ver hoje no futebol carioca e um campeonato desnecessário e com clubes ruins, por isso sou a favor de o Mengão ir com o Sub-23.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.