João Palomino comenta saídas de Trajano e Alê Oliveira da ESPN

(Reprodução/ESPN)

Em entrevista publicada pelo UOL Esporte, o ex-chefe da ESPN, João Palomino, falou abertamente sobre temas que marcaram sua passagem a frente do canal fechado da Disney.


Um dos temas abordados foi sua relação com José Trajano que acabou sendo demitido. De acordo com Palomino, ele contou com o aval de Trajano para substituí-lo na direção do canal. Todavia, lamentou as críticas do comentarista, que ironizou o desligamento de Palomino da emissora pelas redes sociais.

"Eu só assumiria se o Trajano concordasse. Eu fui leal a ele durante 17 anos e queria ter a sua concordância para assumir a posição. Ele concordou. É a posição dele. Lamento que ele tenha se posicionado num momento tão triste para algumas pessoas, mas eu estava tão bem emocionalmente, tão bem resolvido com tudo o que aconteceu que, sinceramente, não me abateu em nada. Não causou mal-estar, não causou estranheza. É a opinião dele. Se existe algum rancor da parte dele, ele tem que resolver com ele mesmo. A mim não vai afetar", disparou.

Palomino também se pronunciou sobre a demissão do comentarista Alexandre Oliveira, desligado em 2016. Alê afirmou que isto aconteceu pois acabou tendo um desentendimento com uma maquiadora que prestava serviços ao canal. Mas, segundo Palomino, não foi exatamente isto que aconteceu.

Com seus famosos "decretos" na hora do almoço, Alê polemizou ao afirmar: "se viu o penta, já aguenta". A frase, obviamente, pegou muito mal com a crítica por uma possível apologia à pedofilia. O canal e o jornalista se desculparam publicamente, e aquele episódio foi a gota d'água.

"Eu o tirei do programa porque foi um exagero desnecessário. Houve uma sequência de fatores que levaram à essa decisão, que foi uma decisão mútua. Ele tem o estilo dele, tem que ser respeitado e vai assistir quem quiser, quem se sentir confortável. Naquele momento, não era algo que nós queríamos seguir e reformulamos completamente o programa", revelou Palomino.





João Palomino comenta saídas de Trajano e Alê Oliveira da ESPN João Palomino comenta saídas de Trajano e Alê Oliveira da ESPN Reviewed by Ribamar Xavier on quarta-feira, outubro 30, 2019 Rating: 5

4 comentários:

  1. Nós não sabemos até onde a gestão do Palomino foi boa ou ruim. Alguns questionam as perdas de direitos como a Champions League, mas eu acredito que isso tem muito mais a ver com o aumento da concorrência. O próprio Trajano uma vez disse que antes eram só Espn e Sportv, depois vieram Fox Sports e Esporte Interativo pra fatiar o bolo.(Agora ainda tem o DAZN)
    Por outro lado a Espn realmente aumentou sua audiência ao valorizar mais ainda a NFL, NBA, Premier League e outras competições.

    Independente disso, espero que o João Palomino volte a narrar e apresentar. Ele tem um estilo muito bacana. Não pro Esporte Interativo, que só querem narradores que gritam. A Fox Sports está sem rumo enquanto não decidem a venda dela. Sportv seria um bom destino, mas acho que eles não estão precisando de um narrador no estilo dele. BandSports também não acredito no momento.

    Quem sabe a DAZN ou alguma tv aberta à medida que aumente o investimento em competições esportivas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não se pode criticar broadcasters por perda de direitos de transmissão porque isso não é uma questão de merecimento, mas sim de dinheiro. Quem paga mais leva.

      Excluir
  2. Podiam ter perguntado qual a sabedoria em transmitir jogos do Belga,Holandês,Alguns do Espanhol ou Inglês no Watch para passarem reprises nos canais deles,coisa que perdura até hj,além de perderem Champions,Alemão,Copa do Brasil e outros ?

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.