Clubes escolhem proposta de US$ 42 milhões por ano por direitos do Brasileirão no exterior


Os clubes integrantes do Campeonato Brasileiro Série A escolheram a proposta da Sport Promotion/Ecotone como vencedora da concorrência realizada pela CBF pelos direitos do certame no exterior. De acordo com o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, o valor é de US$ 42 milhões (R$ 159 milhões) por ano, com uma duração de total de quatro anos. Foi rejeitada uma proposta maior do fundo Prudent de R$ 230 milhões por ano (R$ 2,3 bilhões) porque incluía um prazo de dez anos considerado longo de mais pelos clubes, além de exigências extras sobre assinatura e exclusividade.

(Reprodução)
O contrato com a Sport Promotion/Ecotone ainda não está fechado. Os clubes e a CBF esperam pagamentos de valores e garantias finais. Além disso, todos precisam assinar. Caso ocorra algum problema no pagamento, como ocorreu com a BR Foot, o fundo Prudent pode ser chamado novamente para a mesa, mas isso parece improvável neste momento.

Caso o contrato com a empresa seja assinado e confirmado, a divisão de valores será igualitária entre os 20 clubes da Série A, com 10% destinado para a Série B. Assim, seriam R$ 7,2 milhões por ano por clube.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Clubes escolhem proposta de US$ 42 milhões por ano por direitos do Brasileirão no exterior Clubes escolhem proposta de US$ 42 milhões por ano por direitos do Brasileirão no exterior Reviewed by Ribamar Xavier on quarta-feira, março 20, 2019 Rating: 5

2 comentários:

  1. os caras negaram 230 milhões? eita bando de bicho burro! coloca uma inflação anual aí, um percentual de crescimento do valor e tudo certo, até parece que o brasileirão vai ficar mais importante que a Premier League.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.