Mesmo sem brasileiros na pista, Globo viu audiência da Fórmula 1 crescer em 2018


Em 2018, após 40 anos, o Brasil não teve piloto na Fórmula 1, assim a audiência da Globo com as corridas caiu. Correto? Não, errado. Um campeonato mais disputado que nos anos anteriores fez com que a audiência cumulativa crescesse 20% no país, de acordo com dados divulgados pela FOM, que cuida dos direitos comerciais da F-1, e publicados pelo UOL Esporte, por Julianne Cerasoli.

Assim, o Brasil segue na liderança tanto em termos de alcance (atingindo 115,2 milhões de espectadores, número muito acima da segunda colocada, a China, com 68 milhões), como também em audiência cumulativa.

(Crédito da foto: Reuters)
No geral, a Fórmula 1 ganhou 10% em termos de espectadores únicos em 2018, alta puxada fortemente pela China, que voltou a mostrar a categoria em TV aberta e viu os números de audiência mais que triplicarem em relação a 2017.

Outros mercados que tiveram crescimento de destaque foram o subcontinente indiano (Índia, Paquistão, Sri Lanka, Bangladesh, Nepal e Butão), com 87% de crescimento, além de França (51%), Rússia (27%) e Estados Unidos (20%). Os norte-americanos, que passaram a ter a F-1 na ESPN em 2018, agora ocupam o terceiro lugar em termos de alcance, atrás de Brasil e China.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Mesmo sem brasileiros na pista, Globo viu audiência da Fórmula 1 crescer em 2018 Mesmo sem brasileiros na pista, Globo viu audiência da Fórmula 1 crescer em 2018 Reviewed by Ribamar Xavier on segunda-feira, janeiro 21, 2019 Rating: 5

3 comentários:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.