Globo quer mudança no calendário do futebol para aumentar receita do pay-per-view


A Globo é a principal força do mercado que defende a reforma do calendário do futebol brasileiro com objetivo de aumentar as receitas com o pay-per-view que é sua principal aposta para o futebol. De acordo com o UOL Esporte, por Rodrigo Mattos, os Estaduais provocam quedas na arrecadação do pacote global.

O movimento da emissora, porém, sofre resistência das federações estaduais. Foi instituída uma comissão pela CBF para discutir o calendário para 2020, que analisaria redução dos Estaduais, mas até agora os trabalhos estão estagnados.

A Globo tem três plataformas para ganhar dinheiro com os estaduais. Na TV Aberta, é com publicidade e os certames entram no pacote do ano e têm que proporcionar de 90 a 100 dias com transmissões de futebol no canal. Na TV Fechada, a SporTV segue recebendo dinheiro de assinantes durante esse período.

(Reprodução)
O problema é o Pay-Per-view que é hoje a principal aposta de crescimento de receita da Globo. Estima-se que o valor a ser ganho com o produto gira em torno de R$ 1,5 bilhão por ano. A questão é que esses ganhos são bastante impactados pelos Estaduais.

Um número significativo de assinantes do pay-per-view mantém seu pacote de maio a novembro ou dezembro, exatamente no período do Brasileiro. Há uma debandada em massa em dezembro e em geral o retorno só se dá depois dos Estaduais.

Na avaliação da Globo, está claro que o problema seria sanado se a competição mais nobre que é o Brasileiro fosse estendido por dez meses da temporada. Com o Nacional em curso, os torcedores se interessam por um grande número de jogos em um produto mais atrativo.

Em contraponto, os presidentes de federações sabem que há um problema e tem um temor de que a emissora pare de investir nos Estaduais. Isso é motivo de discussão constante entre eles. Sem a Globo, os dirigentes sabem que as competições se tornam inviáveis financeiramente. Por isso, há a comissão formada pela CBF para discutir o assunto.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Globo quer mudança no calendário do futebol para aumentar receita do pay-per-view Globo quer mudança no calendário do futebol para aumentar receita do pay-per-view Reviewed by Ribamar Xavier on segunda-feira, dezembro 17, 2018 Rating: 5

10 comentários:

  1. A Globo está pouco se lixando para o calendário nacional de futebol, ela só pensa nela e no dinheiro.

    ResponderExcluir
  2. Xi vai ser briga de bandido grande.

    Ops, briga de cachorro grande.

    ResponderExcluir
  3. eu só assisto jogos na TNT e FOX sport. Se depender da GLOBO ela nunca vai fazer a torcida do Palmeiras crescer na Região NORTE e NORDESTE, assim como ela fez na década de 80 e 90 pelo FLAMENGO. o q importa e o lucro q ela já conquistou. e não mudar o sistema.

    ResponderExcluir
  4. Tem clube que não tem torcida em outras regiões e culpam a televisão. Patético.

    ResponderExcluir
  5. Essa desgraça de pay-per-view, nem devia existir. Porque futebol é pra todos. E EXCLUSIVIDADE é uma merda!

    ResponderExcluir
  6. A própria emissora ta admitindo q os estaduais se tornaram peso morto, visto q o foco no período eh Copa do Brasil e Libertadores.
    Como eu resolveria: jogos no 1° trimestre em datas fifa e uma parada em junho para as decisões, abrindo possibilidades dos clubes fazerem excursões caso não joguem no início ou decidam com time misto, alem dos pequenos jogarem um pouco mais de tempo

    ResponderExcluir
  7. ... E Brasileirão começando no meio de Fevereiro, lembrando um pouco os formatos de Apertura & Clausura

    ResponderExcluir
  8. E a CBF mais uma vez assiste calada a Globo ditar como tem que ser o campeonato.

    ResponderExcluir
  9. Campeonato Brasileiro deveria ser como e os campeonatos na Europa começar no ano e terminar no outro por exemplo podia começar em Setembro e terminar em junho do outro ano

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.