Para Inter, fim dos canais Esporte Interativo representa quebra de contrato com clubes

Com o fim dos canais Esporte Interativo, as equipes brasileiras que assinaram contratos com a Turner resolveram buscar formas de não perderem exposição de mídia, o que acarretaria uma perda de recursos. De acordo com o GauchaZH, um movimento liderado pelo Internacional, busca o final do acordo, alegando que o que foi assinado não será cumprido pela emissora.

O presidente Marcelo Medeiros explicou a posição do clube. "O Inter tem um contrato diferente. Nós fizemos um movimento em 2016, que salva o Inter dessa relação com o Esporte Interativo de seis anos e recupera quatro anos de volta para a Rede Globo. Isto representou um acréscimo na gestão de 2016 de quase R$ 47 milhões, senão a situação do clube hoje seria tão difícil quanto é a situação do Santos, Bahia, Coritiba e do Ceará", observou.

(Reprodução)
Após fechar parceria com o Esporte Interativo para transmissão em TV fechada dos jogos do Brasileirão, para o biênio 2019-20, em março de 2016, o Inter assinou em outubro, do mesmo ano, contrato com o Grupo Globo para todas as mídias (inclusive fechada) para o período entre 2021-24.

Medeiros acrescenta que o clube busca um acordo, mas que já comunicou a emissora e ao grupo que os fatos ocorridos representam uma quebra de contrato. Questionado sobre como ficarão as transmissões dos jogos do Inter, em TV fechada, no biênio 2019-20, Medeiros afirmou que a negociação seguirá sendo feita.

"Tem um tempo pra negociar. O Santos está junto no processo de renegociação. O Alexandre Chaves Barcellos (2º Vice-Presidente) e advogados especializados contratados estão tratando do caso", afirmou.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Para Inter, fim dos canais Esporte Interativo representa quebra de contrato com clubes Para Inter, fim dos canais Esporte Interativo representa quebra de contrato com clubes Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, novembro 13, 2018 Rating: 5

8 comentários:

  1. Os clubes estão com toda razão. Além do fim dos canais outra situação que ainda é mais grave foi o dinheiro que deram ao palmeiras.Os clubes receberam 40 milhões e o palmeiras 100milhões. A promessa da turner que seduziram os clubes eram de cotas iguais. Agora estão com uma desculpa que esse dinheiro a mais foi de contratos de amistosos e publicidade. Criticaram tanto a globo e estão fazendo pior.Porque na globo todo mundo já sabe que tem clubes que ganham mais.Isso é escancarado pra todo mundo ver.E a turner fez a mesma coisa tentando maquiar de outra forma.

    ResponderExcluir
  2. Colocar os jogos na TNT vai dar ainda mais audiencia, que nos canais extintos do EI. O Inter adora chorar.

    ResponderExcluir
  3. KKKKKK, esperneia mais cartola, esperneia.kkkk. Ele tá levando um $$$$ da Globo por fora, mas se o Inter quiser romper com a Turner(e não EI), vai ter que pagar uma graninha boa heim, nem a Globo vai querer pagar essa multinha.

    ResponderExcluir
  4. Não tenho acesso ao contrato, então só posso falar por impressão de fora. Se a questão de passar os jogos em outro canal que não seja o EI incomoda, deveriam ter lido antes de assinar, pois pelo que foi falado no contrato está dito que os jogos podem passar em outro canal do grupo e TNT e o Space são canais do grupo, por mais que a divulgação seja menor nos canais de filme (não adianta dizerem que a audiência dos jogos pode ser maior, a divulgação no restante dos dias é menor mesmo). Se a questão do Palmeiras ficar comprovada, aí podem ter alguma razão em querer romper.

    No geral acho uma pena não conseguirem fazer com que o Brasileiro seja um produto melhor comercializado, podendo ser exibido em mais de um canal de forma organizada e boa para todos, inclusive para o público. Para isso acontecer não precisariam tirar a Globo, poderiam chegar a um acordo e negociar, mas infelizmente quase ninguém entre os cartolas brasileiros pensa no todo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A audiencia dos jogos na TNT é maior. Já foi falado isso. O EI fechou por que não tinha audiencia, e era caro mante-lo no ar.

      Excluir
    2. Vou repetir, caso não tenha entendido:

      Não adianta dizerem que a audiência dos jogos pode ser maior, não duvido que seja. Meu ponto é que a divulgação das competições exibidas no restante dos dias é menor e isso influi sim na hora de qualquer time querer assinar, simples assim.

      Sobre o fato do EI não ter audiência, concordamos. Com exceção dos jogos da UCL e um outro da Copa do Nordeste era isso mesmo. Porém, para o produto Brasileirão seria muito bom que pelo menos 1 dos canais ficasse...Mas certamente o fato de não terem audiência (além de outros fatores) também pesou no fim.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.