Internacional articula com outros clubes para romper contrato com Esporte Interativo

O Internacional se articula para romper na Justiça o contrato que tem com o Esporte Interativo, administrado pela Turner, para transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro entre 2019 e 2022. O clube gaúcho convocou uma reunião e convidou dirigentes de Bahia, Santos, Coritiba e Atlético/PR para pedir adesão à ideia. As informações são do UOL Esporte, por Leandro Carneiro, Marinho Saldanha e Napoleão de Almeida.

Representantes das equipes, exceto do Furacão, estiveram reunidos em São Paulo na última quinta-feira (1). Além destes clubes, a diretoria colorada também sondou o Ceará, outra equipe que tem contrato com o EI a partir de 2019, mas não convidou os dirigentes para o encontro na capital paulista. Já Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-PR, se recusou a estar presente ou enviar representantes para a reunião. Palmeiras e Fortaleza são outros clubes que podem disputar a Série A em 2019 sob o contrato firmado com a Turner. O clube paulista, no entanto, é pivô da discussão.

(Divulgação/Esporte Interativo)
O argumento do Inter é de que a Turner desrespeitou o contrato firmado com este grupo de clubes ao pagar mais dinheiro ao Palmeiras, quando havia uma previsão de partilha equânime entre os clubes. Os pagamentos ao time paulista foram feitos em contratos extras, através de verba de publicidade estática e remunerando direitos em campeonatos como o Brasileiro Sub-20.

O Inter enviou um ofício para a direção da Turner pedindo uma manifestação oficial sobre o tema. A diretoria colorada entende que há como pedir uma arbitragem judicial sobre os fatos, que podem levar ao rompimento do contrato em vigor.

Bahia, Santos e Coritiba ficaram de responder ao Inter se irão ou não aderir à ideia até a próxima semana. Recentemente, representantes da Turner se reuniram com diretores do Inter para explicar a situação. Entretanto, essa reunião ocorreu antes da convocação dos colorados por uma nova cobrança para a empresa americana.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Internacional articula com outros clubes para romper contrato com Esporte Interativo Internacional articula com outros clubes para romper contrato com Esporte Interativo Reviewed by Ribamar Xavier on sábado, novembro 03, 2018 Rating: 5

16 comentários:

  1. Mas que mimimi. Faz o seguinte, monte um DVD e manda pra justiça. E o Inter ao contrário dos outros, tem contrato por apenas 2 anos.

    ResponderExcluir
  2. Estão querendo voltar a morar com a mamãe globo,mais o papai Time/Warner está de olho!!!

    ResponderExcluir
  3. O Palmeiras ganhou mais com a Turner? E se fosse com a Globo? Ganharia de forma igual? Me poupem. Hipocrisia. Estão com medo de sair da saia da Venus Platinada.

    Levando em consideração a pouca exposição que há no Sportv. Os clubes fazem bem em ganhar mais dinheiro com a Turner independente de que canal será mostrado.

    No Sportv esse ano só passa jogo sem valor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eles falam muito de série A apesar de mostra pouco jogos no sportv que ás vezes e 2 a 3 partidas por semana, mais esta dando mais visibilidade as partidas da Série B no sportv media 6 por semana, tomara que no ano que vem der mais visibilidades ás partidas da série A do Brasileirão no sportv

      Excluir
  4. Globo filha da puuuuuuuuuuuuuuuuuuuta lixo dos imfernos marinhos vao queimar no inferno bandidos

    ResponderExcluir
  5. Se investigar as contas dos dirigentes do Inter e demais dissidentes, vai se entender muito bem o pq estão querendo romper com o EI e voltar pra Globosta. Será que o Bozonaro vai ter peito pra explodir essa empresa corrupta????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele não tem como destruir uma empresa corrupta se o primeiro corrupto é ele. Ainda não esquecemos o caixa 2, a propina do PP e a lista de Furnas.

      Excluir
  6. O Esporte Interativo/Turner deveria abandonar essa ideia de transmitir o campeonato brasileiro. Pela qualidade do produto isso não deveria custar tanto e eles poderiam gastar o dinheiro com coisas mais valorosas.

    ResponderExcluir
  7. De qualquer forma, que fiasco essa situação da Turner; prometeram fazer tudo diferente e quando estão quase para transmitir o campeonato, acabam com o canal; por acaso vocês sabem quais os jogos que vão passar na UCL semana que vem? Divulgação pífia, algo que certamente pesa nessa vontade do Inter e de outros de romper o contrato, além do fato do Palmeiras ganhar mais o que, para quem dizia ser "diferente" da Globo, é uma incoerência grande.

    E antes que comentem, não sou advogado da Globo e sei muito bem que ela tem inúmeros defeitos. Só não gosto desse discurso de "santinhos" que o EI sempre quis colocar; é uma disputa comercial como qualquer outra, então não tem santo aí. Só que é aquilo, quem vem dizendo que é diferente, tem de mostrar na prática, e isso não aconteceu em muitos momentos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com seus comentários, mas em relação a questão central da matéria, será que constava isso no contrato (clausula de igualdade)? Se não tiver, não tem como os clubes romperem, a não ser pagando a multa.

      Excluir
  8. Nem sabia que tinha rodada da Champions na próxima semana 😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom dizer que os outros canais que não transmitem a UCL meio que boicotam e noticiam apenas o básico dos times mais populares, então a divulgação caiu como um todo. Mas como o EI/Turner faz as chamadas? Eu fui olhar no twitter deles ontem e não tinha nada, só aquelas palhaçadas costumeiras, então sem um canal fica algo capenga; a UEFA pode estar feliz com a transmissão do Facebook, mas que ficou uma lacuna, com certeza ficou. E isso pode também pesar no fato dos times brasileiros perderem espaço ao ver seus jogos meio que escondidos em canais de filmes.

      Excluir
    2. Alexandre vc foi perfeito nos seus dois comentários. Para o pessoal que está nos comentários criticando a globo e o inter deveriam entender melhor do assunto. O inter está questionando que quando o esporteinterativo procuraram os clubes o que os seduziram foi essa promessa que o dinheiro seria dividido em partes iguais.Que eles seriam diferentes da globo e fazem a mesma coisa.

      Excluir
  9. Obrigado Marcelo! Eu não tenho nada contra a Turner transmitir parte do Brasileiro. Sempre falei que o ideal era a transmissão como acontece na NFL e NBA (e agora com o NBB) com 2,3 canais passando (apesar de achar que o pessoal do basquete deve estar com saudade da audiência e promoção da Globo no campeonato...). O que me incomoda é esse discurso de "revolução" e mudança, quando na verdade são basicamente iguais; o monopólio que muitos condenam na Globo em relação aos campeonatos nacionais é o mesmo da Turner agora na UCL, por exemplo.

    Se você pegar os últimos anos dos canais EI a programação era a mesmíssima coisa do Sportv, ESPN, Fox e outros, ou seja, nada de novo. E essa atitude de acabar com os canais da forma que aconteceu, por mais que exista a questão do CADE e da SKY, denota que estão pulando do barco antes mesmo de lutar. É natural que alguns times fiquem receosos de continuar com eles; com exceção do Palmeiras (que está bem de $ momentaneamente) e do Atlético/PR (que tem um cartola com birra da Globo) todos os outros já deram sinais de que não vão continuar com eles, a não ser que aconteça uma grande mudança; vão, no máximo, cumprir os atuais contratos e voltar com a Globo. É o melhor? Talvez não, mas tem de haver uma proposta séria e que talvez pense mais em dividir com a Globo os direitos ao invés de simplesmente querer peitar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns. Mais uma vez vc foi cirúrgico no seu comentário. Mais uma vez Parabéns.

      Excluir
    2. Monopólio da UCL pela TIME/WARNER é uma piada! Não tem nada a ver!!!

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.