AUDIÊNCIA: GP Brasil de Fórmula 1 registra terceiro pior índice da história

Pela primeira vez desde sua criação, em 1972, o Grande Prêmio do Brasil não teve um piloto brasileiro no grid de largada. neste domingo (11). Mesmo com a participação do ex-Ferrari, Felipe Massa, como repórter e comentarista, a transmissão da corrida teve sua terceira pior audiência da história.

(Reprodução/Globo)
De acordo com o Notícias da TV, das 14h40 às 16h58 (de Brasília), a Globo marcou 13,5 pontos de média na Grande São Paulo, índice superior apenas aos registrados em 2013 (12,7) e 2015 (12,7).

Já com Atlético/MG x Palmeiras, jogo válido pelo Campeonato Brasileiro Série A, a emissora marcou 19,1 pontos de audiência.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



AUDIÊNCIA: GP Brasil de Fórmula 1 registra terceiro pior índice da história AUDIÊNCIA: GP Brasil de Fórmula 1 registra terceiro pior índice da história Reviewed by Ribamar Xavier on segunda-feira, novembro 12, 2018 Rating: 5

19 comentários:

  1. Campeonato decidido, sem brasileiro, divulgação boa apenas no Sportv...Ainda deu muita audiência a meu ver. Brasileiro na verdade não é muito aficionado do esporte, com exceção do futebol; brasileiro gosta de vencer (ou se apropriar da vitória alheia). Se não tem isso, não acompanha de fato, tirando os verdadeiramente interessados.

    ResponderExcluir
  2. A Globo ainda insiste com essa mercadoria pq tem algumas empresas que gostam de jogar dinheiro no ralo, não atoa já fecharam todas as cotas de patrocínio pra 2019.

    Deviam deixar no Sportv apenas com o R.Mauricio, ao invés do narrador delay e do linguinha presa nos comentários.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho uma categoria esportivamente falando interessante. O problema é que muitos enxergam esporte por aqui apenas como algo ligado à vitória de brasileiros e inclusive a Globo alimenta muito isso, sempre querendo entrevistar os jovens que ainda serão pilotos de teste, já meio que aumentando a expectativa de serem novos vencedores sem ainda serem de fato.

      Excluir
    2. Tbm acho o esporte atrativo. Se um dia tivermos um brasileiro por lá e disputando vitórias, melhor ainda. O problema é que brasileiro sempre se apega a "modinhas". Gente que só gostaria de aproveitar o vento a favor. Alguém aqui ainda fala de Anderson Silva?

      Excluir
    3. E sempre achei a narração da Globo referência (apesar da idade da equipe). E o nome do narrador no Sportv apenas é S. Maurício. R. Maurício é um piloto da Stock Car!!! rs

      Excluir
    4. Troquei os Mauricio's mesmo Carlos. Mas descordo de vcs que o esporte é atrativo, já foi um dia, hj é mais uma carreata do que corrida, todo mundo sabe quem vai largar em qual posição e qual posição vai terminar. Tem que rever muita coisa pra voltar a ser atrativo.

      Excluir
    5. Qdo o Senna ganhou o primeiro título a McLaren ganhou 15 das 16 corridas daquele ano de 1988 (ele e o Prost dividiram as vitórias). Ou seja, a F-1 sempre teve o predomínio das equipes mais fortes. Então o problema é que hoje não atrai tanto o brasileiro porque não tem compatriota vencendo (nem sei se é o seu caso, mas no geral é assim, infelizmente).

      Excluir
    6. Não é meu caso não Alexandre, se vc ler o meu comentário anterior, não deve ter prestado atenção, até me referi ao brasileiro como linguinha presa, pra mim é indiferente ter brasileiro ou não, o que importa é o evento em si, esse sim, está totalmente em descrédito. La em 1988 pelo jeito a torcida valia mais que o evento, hoje não mais isso, esse negócio de a corrida começar e terminar e todo mundo já saber o resultado que torna a competição brochante e cada ano menos audiência.

      Excluir
    7. Resumindo, o que era pra ser uma corrida virou um desfile de carros de quase duas hora.

      Excluir
    8. Penso que existem outras competições de automobilismo hoje, dá uma variada em termos de atenção e espaço de pilotos. Mas a meu ver a questão de atenção no Brasil envolve diretamente isso, de termos ou não algum vitorioso. Não sendo o seu caso entendo sim sua crítica; os carros hoje são mais seguros e menos sujeitos à quebra e existiram algumas mudanças aerodinâmicas que fizeram algumas ultrapassagens diminuírem. Mas o nível da F-1 ainda é alto sim, e nunca foi tão diferente no passado. Sempre houve superioridade de uma ou duas equipes e essa distância para o restante e mesmo assim tem sua atratividade, pelo menos para mim. Mas respeito seu pensamento.

      Excluir
    9. A discrepância é gigante, tanto a Globo e os próprios donos da F1 sabem disso. Não atoa o Amilton ganha um título atrás do outro com um pé nas costas. Competitividade hoje acontece na Indy, onde o protótipo do chassi é feito por uma mesma empresa para todas as equipes, e elas tem a missão de "fazer" o seu kit aerodinâmico. Tanto na Indy como na Nascar(turismo) por exemplo, a exigência do piloto é maior, tá faltando isso na F1, mais ação de piloto e equipes, menos do carro. A F1 já teve temporadas mais competitivas, de uns 3 anos pra cá virou isso, não atoa despencou na audiência.

      Excluir
    10. COM AQUELA COISA DO GALVÃO NÃO DEIXANDO NINGUÉM FALAR E NEM OUVIR O RÁDIO DOS PILOTOS E PRA PIORA ME COLOCÁ FUTEBOL JUNTO DA CORRIDA FALA SÉRIO APOSENTA ESSE VEIO PELA MOR DE DEUS

      Excluir
  3. Bom, se notar a fundo, a fórmula 1 continua com a mesma características. O melhor carro sempre ganha, a melhor equipe indemnização...
    Mesmo assim amo esse negócio....

    ResponderExcluir
  4. A globo passa a maioria do campeonato sem transmitir bem treino bem corrida de uma hora pra outra quer alcançar audiência alta os fãs não são idiota não em 2020 isso acaba o monopólio da globo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chance zero disso acontecer, na TV aberta pelo menos. SBT e Bandeirantes não tem $ para levar. A Record não vai deixar de passar a programação da IURD de madrugada para passar as corridas deste horário. Sem contar que, em qualquer outro canal aberto, a cobertura, se já é ruim na Globo, tende a ser pior. Só se a FOX ou a Turner entrassem para passar na TV por assinatura, o que convenhamos no Brasil ainda é difícil imaginar.

      Excluir
    2. Mas concordo que essa coisa de não passar os treinos para passar um programa tapa-buraco nas manhãs de sábado é ridícula. Aí chega a corrida do Brasil e transmitem o treino e não passam no Sportv, impedindo quem sempre viu por lá a temporada toda acompanhar a sessão disputada em Interlagos.

      Excluir
  5. A audiência não foi tão ruim, no ano passado deu 14,0. Nem o futebol é lider de audiência aos domingos, o Fantástico costuma registrar os maiores índices, provavelmente tem mais pessoas assistindo aos cavalinhos com o Tadeu do que aos jogos do Brasileirão.

    ResponderExcluir
  6. Até que não foi tão ruim pra um campeonato já decidido e uma corrida sem pilotos brasileiros.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.