COLUNA #154 | Vergonha Sports, por Alipio Jr.

Colunista critica debate realizado pela ESPN Brasil sobre uma imaginária vinda de Buffon para o Brasil (Reprodução/ESPN)
Olá a todos!

A imprensa esportiva brasileira é uma piada. Daquelas mais sem-graça possível. Semana após semana somos bombardeados com situações tão inverossímeis que ficamos surpresos de como é possível chegar tão fundo no poço e ainda assim descobrimos que há um porão.

Todos os canais possuem seus momentos de puro clubismo e parcialidade na análise. É possível identificar em todos eles análises deturpadas e modificadas de acordo com os interesses dos envolvidos, tentando de todo jeito agradar ao time e torcida que trouxer mais repercussão ao programa e canal. Além disso, há discussões propostas que você olha e se pergunta como alguém teve essa ideia estapafúrdia e, pior, como outra pessoa achou boa e levou a frente.

Colunista ainda critica o FOX Sports pelo uso de blackface no 'Jogo Sagrado' (Reprodução/FOX Sports)
Foi assim que a ESPN perdeu horas falando sobre em quais times brasileiros o ótimo goleiro Buffon seria ou não titular, caso recebesse proposta de algum clube brasileiro. O comentarista Leonardo Bertozzi alertou que era uma discussão infrutífera e que era vergonhoso mantê-la e mesmo assim, os demais companheiros insistiam, empolgados em dizer que ele não teria vaga nos seus times do coração. Esse é um exemplo da última semana. É claro que poderíamos ficar horas dando outros exemplos dos demais canais.

Alipio Jr.
@alipioj
Entretanto até nessa insolência precisa haver um limite. Há momentos em que é preciso parar e pensar, “erramos feio e precisamos nos desculpar e repensar o que estamos fazendo”. É o que precisa ser feito com urgência pelo FOX Sports.

Na última segunda-feira, durante um programa noturno, o ápice da vergonha foi o uso da blackface para falar sobre o Palmeiras. Blackface. Uma rápida pesquisa na “Lei de Jim Crow” ajudará a quem não conhece entender o que significa e a referência a maneira caricatural que comediantes se utilizavam desse recurso para retratar negros nos EUA, em 1832.

Alguns falaram que não há racismo. Alguns acharam que é uma problematização exagerada. Houve até quem citou outras situações que não foram comentadas. Falaremos aqui pois este é um espaço que fala da imprensa esportiva e a situação aconteceu num programa esportivo. É compreensível entender essa relativização num país hipócrita como o nosso em que trata o racismo como algo que não acontece mais. Ledo engano. Não há graça. Não há piada. Não cabe mais esse tipo de situação na sociedade atual.

Abraços e até a próxima.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #154 | Vergonha Sports, por Alipio Jr. COLUNA #154 | Vergonha Sports, por Alipio Jr. Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, maio 22, 2018 Rating: 5

6 comentários:

  1. Ótimo texto, na verdade é muita mesa redonda pra pouco assunto.

    ResponderExcluir
  2. Realmente muito melhor ver um evento esportivo ao vivo, mesmo que seja Brasileiro Feminino da Segunda Divisão do que esses espetáculos circenses ridículos.

    ResponderExcluir
  3. Enquanto a Fox Sports não sair do ar, não há chance de o mundo evoluir.

    ResponderExcluir
  4. Quantos jogos menores de torneios aos quais essas biscates de emissoras possuem direitos (La Liga, PL, Bündesliga, Serie A Tim, Ligue 1, SPL, Primeira Liga, Belga, La Liga 2, Championship entre outros) são ignorados em detrimento de debates malditos e com assuntos inventados para criar polêmica desnecessária?

    Desde quando debater sobre os mesmos times e jogadores é mais interessante que ver um Real Sociedad x Málaga ou um Southampton x Leicester? E desde quando tratar assuntos que poderiam ser relevantes com descaso ou falta de seriedade é melhor do que analisar imparcialmente?

    Se eu fosse o Capeta, me encarregaria pessoalmente de fazer com que esses "jornalistas", "comentaristas", "programas" e "emissoras" ardessem eternamente no lago de fogo do quinto dos infernos. Tenho muita inveja de não ganhar tanta grana pra falar ou escrever burrices quanto o pessoal dessa mídia (ou como diria Carille, "VOCÊS DA IMPRENSA").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eu também prefiro ver um jogo da Championship que um 10o programa de debate esportivo na programação.

      Excluir
  5. O fundamental é o que o Pedro Henrique disse. É muita mesa redonda para pouco assunto. Por ser mais barato para os canais, infelizmente parece ser uma tendência que não vai acabar, o que é uma pena.

    Sobre a FOX, temos de lembrar que já existiu esse tipo de problema em um comentário do Edilson sobre o Jaílson, e por ele o ex-jogador nem foi contratado pela emissora. E concordo com o racismo disfarçado ou camuflado no Brasil. O que me incomoda nesse caso também é a justificativa de que, pela "zoeira" tudo pode. Essa mentalidade de que "o futebol está chato" é algo que empobrece o debate em todos os sentidos.

    Eu não gosto desse Benja, acho arrogante e autoritário no programa da hora do almoço (esse de segunda eu nunca assisti e passo longe). Só que temos de fazer uma justiça. O Fox Sports Rádio é tosco, mas não é tão lamentável como esse Bate-Bola que foi citado no texto. É uma junção de infantilização, fake news e piadinhas sem graça, parecendo feitas justamente para serem printadas e gerar repercussão na internet. E não tiro o Bertozzi desse balaio não; adora ficar fazendo piadinhas e ironias, algo que se tornou comum na ESPN. A FOX já chegou no Brasil com essa mentalidade. A queda da ESPN é ainda mais assustadora, e reflexo desse momento triste do jornalismo esportivo.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.