Clubes descobrem 'erro' e questionam contrato com o Esporte Interativo, diz site

(Reprodução)
Um impasse quanto a diferença de aproximadamente R$ 147 milhões entre o que as equipes dizem ter acordado e o que efetivamente aparece no contrato, tem colocado na berlinda a boa relação dos 16 clubes que assinaram contrato com o Esporte Interativo relativo ao Campeonato Brasileiro Série A. A informação é da Gazeta do Povo, por Fernando Rudnick.

O problema está nas luvas de assinatura prometidas -– e pagas antecipadamente – aos parceiros do canal da bilionária americana Turner. Enquanto representantes dos times ouvidos pela reportagem garantem que os prêmios são valores à parte e não entram no montante total do contrato, o EI descontou as quantias do bolo a ser dividido.

Em abril de 2016, durante cerimônia de assinatura do contrato, o ex-presidente do EI, Edgar Diniz, anunciou que o acordo valia R$ 550 milhões por temporada.

A questão foi descoberta recentemente. Três clubes se reuniram com o canal na semana passada para apontar o suposto erro. A resposta, no entanto, foi de que o contrato está correto. A justificativa é que as luvas abatidas fazem parte de um
adiantamento.

Desde então, o assunto é tema recorrente de negociação. Dirigentes a par da questão estão indignados, mas a grande maioria ainda não se atentou à divergência.


Palmeiras, Santos, Atlético/PR, Bahia e Coritiba receberam R$ 40 milhões cada como luvas do EI. Já o Internacional, cujo vínculo é de apenas dois anos, levou R$ 13,6 milhões. As outras equipes ligadas ao canal (Ceará, Criciúma, Figueirense, Fortaleza, Paraná, Paysandu, Ponte Preta, Santa Cruz, Joinville e Sampaio Corrêa) receberam valores menores, negociados caso a caso.

“O que os Conselhos Deliberativos aprovaram é diferente do que está no contrato”, afirmou um dirigente.

“O contrato com o EI é estranho em relação a tudo que foi divulgado na época. Os presidentes assinaram um contrato diferente do que foi divulgado. E isso impacta todos que fecharam”, completou o cartola.

Procurado, o canal disse via assessoria de imprensa que não iria se manifestar. “Em respeito aos clubes e às cláusulas de confidencialidade, o Esporte Interativo não comenta contratos”.

Ainda de acordo com a Gazeta do Povo, o valor total a ser dividido pelos clubes sequer aparece explicitamente no contrato com Esporte Interativo. Há anexos com quantias referentes a cada clube e a soma corresponderia ao bolo total, caso o canal conseguisse a assinar com todos os 20 clubes da Série A.

O montante real, contudo, é proporcional ao número de equipes. Atualmente, com sete clubes da primeira divisão sob contrato, a fatia seria de R$ 192,5 milhões por temporada -- na visão dos clubes. Seguindo o que está no papel, porém, o resultado diminuiria consideravelmente e ficaria na casa dos R$ 141 milhões.

O somatório pode variar a cada temporada por causa do acesso e descenso – e também do valor previamente atribuído a cada equipe. O modo de rateio segue como o divulgado: 50% (dividido igualmente), 25% (desempenho) e 25% (audiência).

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Clubes descobrem 'erro' e questionam contrato com o Esporte Interativo, diz site Clubes descobrem 'erro' e questionam contrato com o Esporte Interativo, diz site Reviewed by Ribamar Xavier on abril 24, 2018 Rating: 5

11 comentários:

  1. Eu me recordo de ter lido, na época das negociações, que tais luvas eram consideradas "prêmios pela assinatura" e que não faziam parte do montante a ser dividido pelas equipes. Logo, alguém tá muito errado nessa história: as fontes de 2016/2018, o EI (por usar de um expediente que a Globo usa há 10000 anos) ou os clubes (que leram, releram e só foram descobrir o erro 2 anos depois). Vai ver todos estão errados juntos, né!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só ver o que foi assinado, no contrato terá escrito se foi Luvas ou adiantamento.

      Excluir
  2. Bem feito!isso se chama ganância! Falavam mal da globo, encontraram uma pior kkk. Ainda bem que o meu coringão tá na globo!!Plin plin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o meu Vasco também #VivaAMamãeGlobo

      Excluir
    2. No ritmo que anda seu time, apesar de ter assinado com a Globo, provavelmente 2019 vai ter jogos na Rede TV e 2020 no EI (Série C).

      Excluir
  3. Clubes sem vergonha na cara, já estão arranjando desculpas pra voltarem aos braços da mamãe poderosa.

    ResponderExcluir
  4. Cuidado, esporte mídia.
    "Nosso site" é muito bom, caras.
    Chequem primeiro com os clubes, pois levar em conta o que esse pau mandado da Globo, a Gazeta, diz sem checar pode fazer a credibilidade da esporte mídia cair junto.

    Se for verdade, realmente seria um choque para todos os clubes que assinaram com o EI.
    se for mentira, seria apenas mais uma das invenções da gazeta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este é um alerta importante que está sendo dado a redação aqui do site! Se tratando de interesses financeiros que a Globo está perdendo, essa emissora é capaz de denigrir qualquer pessoa pra conseguir o que querem! Chequem direito mesmo!

      Excluir
  5. Vai dar ruim. O tempo vai confirmar isso. Varios clube se arrependeram. sp nap pode fala

    ResponderExcluir
  6. O EI DEU 60 MILHÕES PARA O PALMEIRAS PRA MOSTRAR AMISTOSOS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    #CHUPAATLÉTICO-PR
    #CHUPABAHIA
    #CHUPASANTOS
    #CHUPACOXA
    #CHUPAINTER

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.