No dia 14 de junho de 1971, na redação do jornal Zero Hora, foi criado o Sala de Redação, programa da rádio Gaúcha de Porto Alegre que repercutia os principais assuntos jornalísticos e de esporte do dia com a presença de jornalistas e convidados. De lá para cá, o Sala reuniu os apaixonados por futebol e se tornou uma referência no rádio, passando de geração para geração a tradição do debate esportivo e se consolidando como o programa de esporte mais tradicional da Gaúcha e um dos mais prestigiados do país. Resgatando a memória do programa e celebrando a parceria dos ouvintes, o Sala de Redação comemora seus 50 anos de história a partir de ações editoriais especiais e de ações de comunicação 360º.  

Um dos grandes destaques é o documentário sobre a atração que será exibido na RBS TV. O especial ouvirá integrantes que já passaram pelo Sala e resgatará áudios e fotos históricas, além de contar com a participação de ouvintes que carregam histórias que relacionam o programa às suas vidas. O primeiro episódio vai ao ar no fim de semana que antecede o aniversário, no dia 12 de junho, logo após o programa “Posso Entrar”, às 14h30. Já o segundo será exibido no dia 19, no mesmo horário.  

Desde a última terça-feira (1º), a atração celebra as cinco décadas ao lado da torcida gaúcha com o Sala da Minha Vida. A ação convida os ouvintes a enviarem áudios falando sobre a importância do programa para eles. Os áudios serão veiculados no intervalo do Sala e desdobrados em matérias em GZH e Zero Hora.      

Já a partir da próxima segunda-feira (7), o programa também festeja recebendo convidados especiais no programa. A partir da mesma data, os apaixonados por futebol também poderão recordar momentos importantes da trajetória do programa no podcast “Salas Históricos”, que irá recuperar trechos inesquecíveis da atração, transformados em cinco programas especiais. Os conteúdos têm curadoria de Zé Alberto Andrade, que fará a contextualização dos debates, com a participação de convidados que marcaram a história do programa.  

Desde o dia 25 de abril, a atração vem aquecendo as celebrações com o Minuto do Sala, uma contagem regressiva que, diariamente, até o aniversário, veicula trechos, de um minuto, com alguns dos momentos mais marcantes do Sala desde a sua criação. Além disso, nas redes sociais, os torcedores também estão podendo acompanhar um quiz com curiosidades e o teste “Quem eu seria no Sala” em que, a partir das respostas de uma série de perguntas, o leitor descobre quem é o integrante do programa com qual mais se identifica.  

Além das iniciativas que fazem o aquecimento para a comemoração, no dia 14 de junho, os veículos da RBS preparam conteúdos editoriais especiais sobre o programa. Entre eles, em uma matéria especial, o Jornal do Almoço ouvirá alguns dos principais nomes que envolvem a essência do Sala. Já em GZH, os torcedores poderão conferir um flip com crônicas históricas, disponível para assinantes. Reportagens especiais também serão publicadas em Zero Hora e Diário Gaúcho, além do destaque para a data ao longo da programação da Gaúcha.

– A capacidade de representar as discussões que estão na vida e nas casas dos gaúchos. A linguagem informativa, analítica, leve e transparente que atrai e gera identificação com quem ouve. E a falta de roteiro e previsibilidade nos rumos do debate, que o legitimam e o tornam genuíno. Todos são elementos que fizeram o Sala de Redação chegar aos 50 anos como um produto que se renova junto com a nossa sociedade. Neste mês, então, iniciamos os próximos 50, 100 anos. E a melhor forma é essa: valorizar a nossa relação com os ouvintes e parceiros para fortalecê-la e seguirmos juntos construindo o nosso Sala. – destaca Tiago Cirqueira, gerente-executivo de Esportes da RBS.

Sala de Redação é apresentado por Pedro Ernesto Dernardin, narrador esportivo mais lembrado pelos gaúchos segundo o Top Of Mind 2020, e tem em sua escalação como Adroaldo Guerra Filho, David Coimbra, Maurício Saraiva, Diogo Olivier, Leonardo Oliveira, Luciano Potter (representando os torcedores do Inter) e Alex Bagé (representando os torcedores do Grêmio).   

Ao longo dos seus 50 anos, já passaram pelo programa jornalistas consagrados como Cândido Norberto, Paulo Sant’Ana, Ruy Carlos Ostermann, Lauro Quadros, Wianey Carlet, Cláudio Brito, os ex-presidentes do Inter Fernando Carvalho e do Grêmio Luiz Carlos Silveira Martins, personalidades públicas, como Oswaldo Rolla, Cid Pinheiro Cabral, artistas e intelectuais. Com média de 96,2 mil ouvintes por minuto, apenas na Grande Porto Alegre, o Sala de Redação é, hoje, líder de audiência na região, evidenciando o sucesso do formato há 50 anos.

Em uma ação de comunicação 360º, anúncios em comemoração às cinco décadas do Sala estão sendo veiculados nos jornais do Grupo RBS a partir desta quarta-feira. A campanha também conta com chamadas ao longo da programação da rádio Gaúcha e comunicações nas redes sociais das marcas da RBS. 

Foto: Anúncio em comemoração aos 50 anos do Sala de Redação (Crédito: Divulgação)