A delegação do Atlético/GO, incluindo funcionários e dirigentes, foi vacinado na última quinta-feira após o jogo contra o Libertad pela Copa Sul-Americana, no Paraguai. O comentarista Casagrande, do Grupo Globo, foi um dos que repudiaram a ação, classificando a decisão do clube em vacinar o grupo como "um absurdo".

De acordo com publicação do LANCE!, neste domingo o dirigente Jovair Arantes rebateu o ex-jogador e o chamou de "viciado em drogas". "Vou falar de um dos que fizeram as críticas, o Casagrande. Se perguntassem se buscar cocaína no Paraguai era bom, ele falaria que é, porque ele é viciado em droga e não está acostumado com preparo físico, com respeitar vidas, com preservas vidas", disse o presidente do Conselho Deliberativo em entrevista à Rádio BandNews FM.

Já o ex-deputado federal Jovair Arantes afirmou que a ação do Atlético foi em prol do futebol e concluiu afirmando que "os que estão fazendo essa tempestade em copo d'água são uns imbecis politicamente corretos". "O que o Atlético-GO fez, e fez muito bem, foi vacinar lá, porque é uma vacina oferecida pela Conmebol, sem nenhum centavo do Brasil. Com esse volume de vacinas que estamos tomando, é economia para o Brasil, e nós entendemos que a prática esportiva tem que ser preservada também, como a vida", pontuou.

Foto: Montagem LANCE! Fotos: Reprodução/Instagram e Reprodução/Globo