(Reprodução)

A Justiça de São Paulo homologou no início de abril um acordo entre Globo e ESPN Brasil para encerrar um processo movido por um ex-contador do Botafogo. Washington Luiz Moura processou as emissoras por noticiarem uma acusação de que ele estaria supostamente envolvido em fraudes fiscais em prestação de contas de uma disputa presidencial no clube, em 2008, informa a coluna 'De Primeira', do UOL Esporte

Ficou provado posteriormente que ele era inocente. Em primeira instância, em 2019, a Justiça julgou o caso improcedente. O contador recorreu, mas, em segunda instância, chegou-se a uma conciliação entre as partes. O processo foi extinto. Os valores ficaram em segredo de Justiça.