"Não queria me tornar aquele repórter chato", diz Tino Marcos sobre cobertura da Seleção

(Reprodução)

Convidado do 'Bola da Vez' da ESPN Brasil na noite deste sábado (27), o ex-repórter Tino Marcosm da Globo, falou sobre sua despedida da televisão. Ele explicou que a nova rotina da Seleção Brasileira o afastou das coberturas e que temia se tornar "um repórter chato".

"Eu comecei achar que o que eu sempre fiz mais na vida, que era cobertura de Seleção Brasileira, começou a se modificar muito. A gente sabe que os processos de frequência na Seleção Brasileira para um jornalista mudaram muito. Hoje, a gente assiste 15 minutos de aquecimento, roda de bobo, não assiste mais treinos táticos, às vezes não assiste nada", explicou.

"Às vezes tem uma entrevista, às vezes não tem nada. Então ficou muito árido continuar na cobertura da Seleção, e não queria me tornar aquele repórter chato do "ah, no meu tempo era legal", completou.

Tino também falou que já planejava sua saída "intimamente" e que a pandemia do Covid-19 também influenciou na sua decisão de deixar a Globo.
 
"Na verdade, há muitos anos eu programava intimamente essa possibilidade de sair da Globo sem experimentar um desgaste maior. Eu queria que o casamento terminasse sem grandes conflitos. Era um sonho que eu não sabia se teria condição de realizar, mas aos poucos isso foi se materializando", acrescentou.

Com informações do LANCE!




"Não queria me tornar aquele repórter chato", diz Tino Marcos sobre cobertura da Seleção "Não queria me tornar aquele repórter chato", diz Tino Marcos sobre cobertura da Seleção Reviewed by Ribamar Xavier on 28.3.21 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.