Coluna do Professor #354, por Albio Melchioretto

(Divulgação/DAZN)

A CASA DO BASQUETE É O STREAMING

Umas das primeiras colunas que escrevi nesta trajetória de mais de seis anos de Esporte e Mídia foi sobre o basquete. Na época, havia jogos todos os dias nos mais diferentes canais. Em meia década quanta mudança. Hoje, a casa do basquete é o Streaming. Na televisão contamos com o NBB com dois dias de exibição e NBA em dois canais com jogos no início da madrugada. A modalidade, que já foi o segundo esporte mais popular do Brasil, tem vários jogos mostrados pela TV Nsports e DAZN – que sobrevive com o NBB, além dos vários e interessantes jogos pelo YouTube. Na TV aberta somente na TV Cultura, e TV Itararé para jogos do UNIFACISA, é pouco para quem já deu medalhas e proporciona um bom trabalho do esporte junto as comunidades. A propósito, onde estão os jogos da REDE FAMÍLIA? No sábado encontrei, jogos do Português no RTP Play (serviço de streaming da Rádio e Televisão de Portugal) de bola ao cesto. Qualidade semelhante aos torneios da TV NSports, mas sempre bom ver basquete… mais do que sinal de tempos de streaming é sinal de tempos de revisão de contratos e valores colocados.

Por falar em TV Nsports, é um dos melhores players para se trabalhar com chromeCast.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
O MIMIMI DAS REDES ANTISSOCIAIS #2

A turma da quinta série adora as redes sociais, só pode! Há jornalistas de respeito que depois de uma discussão ou de posicionamentos mais ríspidos, encontram como saída, apagar suas mídias sociais. Entendo que as pessoas chatas se aglomeram aos montes. Afinal, as redes, como disse o sociólogo italiano Umberto Eco, deu voz aos idiotas. E pior, eles se aglomeram em bolhas. É óbvio que não precisamos tolerar o intolerável mal-educado, para isso há o block (salve Mauro César!), mas sumir das redes após falas infelizes ou desconforto com o outro nada mais é do que se auto embolhar. Digo isto com base no comportamento de alguns jornalistas, que diante de vozes chatas, no ano de 2021 abondaram as redes. Decisão pessoal e respeitada, mas será que ao próprio embolhamento é a saída para as redes antissociais e o esporte?

LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER ESTAR

No último domingo, 14, os canais ESPN mostraram a final da Copa de la Reina entre Barcelona vs. Logroñes, que jogo interessante. Mas há uma questão que me incomoda , por que mostraram apenas a final do torneio. O futebol delas precisa de periodicidade nas telas para conquistar o fã. O jogo esporádico reunirá o fã e o curioso, mas dificilmente agregará uma audiência cativa e popularizará o futebol feminino. Ponto para a real federação que convidou uma enfermeira para entregar a taça as campeãs, justo, para os difíceis tempos que partilhamos. Negativo a ESPN que mostra apenas um jogo faz todo um discurso de inclusão e da importância da competição e esconde o resto.




Coluna do Professor #354, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #354, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on 17.2.21 Rating: 5

14 comentários:

  1. Eu vejo muitos jogos de NBA na ESPN, SporTV e Band quase todos os dias além das terças um jogo do NBB na ESPN

    ResponderExcluir
  2. Casa do basquete ainda é a TV por assinatura

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho um amigo que têm DAZN é muito complicado trava muito

    ResponderExcluir
  4. Quanto mais futebol feminino na TV melhor

    ResponderExcluir
  5. Agora temos ainda as transmissões da NBA no YOUTUBE, no canal NBA Brasil.

    Quanto a TV NSPORTS, pra mim o pior player disparado de todos.
    Uma poluição visual do caramba, você acessa a programação, difícil achar algo, quando acha, copia o link pra assistir e na hora da transmissão mudaram o link do jogo. Se vc quer assistir um jogo que foi encerrado a menos de 4 horas, ele não aparece pra você. Você só vai conseguir acessar o jogo nessa porcaria de site 4 horas depois, também com link modificado e na ala jogos anteriores.
    Parece que fazem de tudo pra esconderem e o pessoal não assistir os jogos. Sem contar o vazamento de senhas que aconteceu em 2019, modificaram o site por causa disso mas ficou ainda pior.
    Ainda tenho dúvida da segurança do site, e a qualidade de transmissão, se você coloca na melhor resolução dá um overclock no notebook, coisa que não acontece mais nem no Mycujoo.
    A intenção pode ser boa, mas eles tem que revisar muita coisa e reformular essa plataforma deles que é atualmente uma porcaria.


    O MIMIMI DAS REDES ANTISSOCIAIS #2
    "Afinal, as redes, como disse o sociólogo italiano Umberto Eco, deu voz aos idiotas."
    Não só as redes sociais fazem isso, o Ribamar também faz isso, deu voz e espaço pra você.
    Pessoal que acompanha o Twitter do cidadão vai ver que fala dele mesmo.


    LUGAR DE MULHER É ONDE ELA QUISER ESTAR
    final da Copa de la Reina entre Barcelona vs. Logroñes
    Uma competição fraca dessas ninguém quer ver não. Equivale a Sport Tucunaré x Pirambu da vida.
    Uma coisa é a difusão do esporte no naipe feminino, outra é fazer de forma amadora e de qualquer jeito.
    Só ver a FPF que foi nessa onda, colocando catadões de colégio como times profissionais. O "time" do taboão da Serra perdia jogo de 31 a 0, 29 a 0, 19 a 0, 11 a 0.

    ResponderExcluir
  6. Acho mais absurdo o esconderijo do Volei. Esse que é o 2o esporte mais popular , só tem transmissão da Superliga no Sportv e alguns jogos da seleção.Cadê Espn , Fox Sports , que não passam nada de vôlei , cadê o BandSports , que não passa mais a Liga dos Campeões de Vôlei (masculina e feminina) , Campeonato Italiano de Vôlei , nenhum canal tem um programa sobre vôlei , o Roda de Vôlei já não existe mais no BandSports , não vou nem falar da Tnt Sports. Esses jogos , pelo menos da Superliga , poderiam estar também em canais de tv aberta de maior penetração. E a Band , quer ser mesmo o canal do esporte , está aí uma oportunidade de passar um esporte que ela valorizou no passado , tenta passar os jogos da Seleção que a globo não passa , os que só passam na tv fechada , uma Champions League de Vôlei , etc. E o Vôlei na Rede , da Redetv?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade e o vôlei conseguiu um bom público ao longo dos anos aqui no Brasil.

      Excluir
    2. O volei hoje é o 3° esporte e não o 2° no país. Nunca o volei foi o 2° e é bem difícil que seja.

      Quanto as transmissões, assim como no futebol, a CBV geralmente só quer saber da RGT por isso não tem transmissões nas outras que vc citou.

      Referente a tv aberta, ficou pingando de canal pra canal, Globo, depois Rede Tv, depois Band, depois Tv Cultura.

      A última tinha os direitos de transmissão, mas visto o que citei na primeira linha, surgiu a oportunidade de transmitir basquete no lugar do volei, abandonaram a superliga pra mostrar o NBB e a LBF.

      Excluir
    3. Qual o segundo esporte do país então? O Mma , o basquete? O fato é que o vôlei é MUITO mais popular que o tênis por exemplo , esse tem muito menos transmissões na tv(inclusive de torneios pequenos). (E campeonatos para passar não faltam , a Liga dos Campeões de Vôlei , Italiano de Vôlei , Mundial de Clubes , e alguns jogos de seleções não tem contrato com globo nem nenhum canal no Brasil).Quanto ás ligas nacionais e jogos de seleção brasileira ,a CBV realmente precisa flexibilizar seus campeonatos , aprender com a NBB , mas não esquecer do grupo globo.

      Excluir
    4. Logicamente o 2° esporte no país é o basquete. Realmente é mais popular que o tênis, assim como muitos outros são mais populares que o tênis.

      Excluir
  7. Eu pegei uma época que tinham 3 jogos da NBA na tv brasileira por semana,um de quarta na espn,um de quinta no space e um de sexta na espn.Ás vezes eles mostravam uma rodada dupla,mas se um jogo fosse longe,já perdia boa parte do outro.Assisti essa final da Copa da Rainha no youtube womens also play,lá tem um monte de jogos completos do futebol feminino espanhol.O Barça tem um belo time,vi os dois jogos contra o Real Madrid Também.Muito melhor assistir assim do que na espn com narração da Luciano Mariano,até porque ela conversa muito sobre coisas que não tem a ver com o jogo.Aqui é o Mattias Mattioli quem comentou.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.