"Não foi uma fusão, foi uma confusão", diz Leandro Quesada sobre ESPN e FOX Sports

(Reprodução)

Em entrevista ao UOL Esporte, o jornalista Leandro Quesada, demitido recentemente pela Disney, chamou de "mentira" a fusão entre os canais FOX Sports e ESPN, acusou a Disney de não cumprir contratos e cobrou um posicionamento do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), órgão do governo que autorizou a fusão em maio.

"Eu não pensei realmente que essa gestão da Disney, que é uma gigante, fosse tão bagunçada, tão amadora, tão vil, que não levantou essa falta de conhecimento dos executivos da ESPN sobre as qualidades, histórico, as funções dos profissionais do Fox Sports. Foi um despreparo realmente gigantesco", disse Quesada.

"Não foi uma fusão, foi uma confusão. Não teve ressalva, observação nenhuma do Cade até agora, eu não vi o Cade se manifestar, que é o conselho que aprovou essa fusão. Primeiro aprova a fusão, cria diretrizes e regras para o processo, depois fica em silêncio com essas demissões em massa", avaliou.

O jornalista também afirmou que o processo decisório sobre as demissões após a fusão ficou concentrado apenas nas mãos de executivos da ESPN e que a quantidade de profissionais do Fox Sports que tiverem seus contratos encerrados foi desproporcional. Ele disse que os funcionários haviam recebido garantias internas de que os contratos mais longos seriam respeitados até o fim, o que não aconteceu.

"Não passou de uma promessa enganosa, porque a concentração de poder dentro da fusão ficou apenas em uma rede. Era para ser Fox/ESPN nesse processo, que é o que disseram, mas no final das contas a cabeça que dominou e comandou tudo foi da ESPN. E aí a gente observa que os cortes dos profissionais foram radicalmente exagerados de um lado, do lado do Fox Sports, disse.




"Não foi uma fusão, foi uma confusão", diz Leandro Quesada sobre ESPN e FOX Sports "Não foi uma fusão, foi uma confusão", diz Leandro Quesada sobre ESPN e FOX Sports Reviewed by Ribamar Xavier on 15.12.20 Rating: 5

6 comentários:

  1. O choro é livre. Ninguém é obrigado a manter mais profissionais só por conveniência. Ainda mais um cara como o Quesada, que se acha grandes merdas. Todos os demitidos foram bem demitidos, na minha opinião. Não agregariam em nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver se mandarem voce embora do seu emprego, voce fala estas bobagens.

      Excluir
    2. Bobagem é isso que escreveu. O que uma coisa tem a ver com outra, mané? QUALQUER profissional, de QUALQUER empresa, de QUALQUER ramo está sujeito a dispensa por parte do contratante. Porque seria diferente com o Quesada ou os demais? Se eles não se encaixam no que a empresa quer (seja pelo salário, seja por capacidade técnica, seja pelo que for) ela tem o direito legítimo de mandar embora. E meu comentário (minha opinião sobre quem foi demitido) permanece. Não vejo nenhum deles (principalmente o Quesada) capaz de fazer grande diferença no canal que permanecerá (ESPN).

      Excluir
    3. O problema não é nem demitirem o pessoal, é como o negócio foi feito,sem nem pagamento de rescisão de contrato.

      Excluir
    4. Isso mesmo Marco, direito de demitir numa empresa privada qualquer patrão tem, só que se não tiver justa causa ou vencimento de contrato, como no caso deles, tem MULTA por rescisão. Isso que a ESPN está sendo omissa; E ainda em relação ao comentário do Rômulo, tinha muita gente ruim na Fox mas tinha gente boa lá tb, não dá pra sair generalizando, e se vc for analisar bem, a Espn tem um monte de porcaria, muito mais do que tinha a Fox no seu quadro, tem uns Fakecola da vida que inventam cada barbaridade só pra atrair view e asdsense no youtube. Isso que é o padrão de qualidade que o povo gosta será?

      Excluir
  2. Concordo e assino com o Quesada. A Disney entrou com "o pé na porta" e arruinou a FOX. Uma perda de conteúdo e, principalmente, uma perda de recursos humanos. Lamentável! Tratar um funcionário como número ou produto é a lógica cruel do mercado, tão evidente no atual momento. Que o CADE se manifeste e consiga rever essa crueldade do grupo Disney!

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.