(Reprodução)


Alê Oliveira está afastado temporariamente de suas atividades no grupo Turner após as acusações de relacionamento abusivo, violência doméstica e ameaças tornadas públicas ao logo desta semana, informa o UOL Esporte. Enquanto isso, a empresa conduz uma investigação interna para esclarecer os episódios policiais e judiciais que envolvem o comentarista.

AINDA SOBRE O ASSUNTO
Comentarista Alê Oliveira é acusado de violência doméstica

Além de não participar de transmissões, alguns programas e entrevistas com Alê, que estavam gravados e iriam ao ar neste fim de ano, principalmente no YouTube, estão suspensos até que haja uma decisão final.

O caso chegou a executivos da Warner Media, nos EUA, grupo que controla a Turner. Executivos do Esporte Interativo, ao lado das cúpulas de Turner e Warner Media, debatem até mesmo a demissão de Alê Oliveira.

ATUALIZAÇÃO: A Turner/Warner Media confirmou oficialmente o afastamento de Alê Oliveira de suas transmissões enquanto analisa as acusações de violência feitas pela ex-mulher do comentarista. "A empresa leva tais alegações muito a sério. Nós acordamos com o Sr. Oliveira que ele deveria ficar algum tempo fora do ar enquanto a empresa analisa a questão", disse a Turner em comunicado.
As acusações contra Alê.