(Foto: R.Pierre/AGIF)

Atualmente segundo colocado na tabela de classificação do Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa pode passar pelo mesmo problema que o Fortaleza teve com a Turner se conseguir ter acesso à primeira divisão. De acordo com o UOL Esporte, o contrato do clube maranhense com a empresa americana prevê apenas um pagamento fixo no valor de R$ 9 milhões pelos direitos de transmissão dos jogos por ano.

O clube então não entra na divisão de cerca de R$ 100 milhões pelo Brasileirão - 40% iguais para todos, 30% por audiência e 30% por colocação na tabela.

O modelo é mesmo que fez o Fortaleza ameaçar ir à Justiça para rescindir contrato com a Turner, por achar o pagamento injusto. O fato só foi resolvido este ano, após intensas conversas e com outros clubes aceitando receber um pouco menos que o previsto para o Fortaleza ter um pagamento próximo ao que eles recebiam.