Justiça do Rio penhora 30% da renda de direitos de TV do Vasco em 2020

(Reprodução)


O Vasco sofreu nova derrota judicial que vai impactar ainda mais suas contas. Dessa vez o clube não poderá contar com parte dos valores que receberia das cotas de televisão em 2020. A informação foi publicada pela coluna 'Lei em Campo', do UOL Esporte.

A 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ/RJ) penhorou, de forma unânime, os direitos televisivos a serem recebidos pelos cruzmaltinos. A ação foi movida pela 'Alfaseg Vigilância e Segurança LTDA' após a rescisão contratual unilateral entre as partes.

A empresa foi contratada pelo Vasco da Gama para realizar a prestação de serviços de segurança em partidas de futebol e basquete que viessem a ser realizadas nas dependências do estádio de São Januário. No entanto, o contrato foi interrompido pela gestão do clube, sem o pagamento da indenização prevista.

Diante da situação, a empresa ajuizou a ação para penhorar os valores que o clube ganharia em direitos de transmissão na televisão aberta, por assinatura e 'pay-per-view'.

O Vasco poderá recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça (STJ).




Justiça do Rio penhora 30% da renda de direitos de TV do Vasco em 2020 Justiça do Rio penhora 30% da renda de direitos de TV do Vasco em 2020 Reviewed by Ribamar Xavier on 24.9.20 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.