Coluna do Professor #331, por Albio Melchioretto

O VIRTUAL DISTANCIARÁ O TORCEDOR DO FUTEBOL?

(Reprodução)

Nos últimos dias tive a oportunidade de acessar diversas revistas dos “Grandes Clubes Brasileiros”. Na onda do sucesso da criação do Campeonato Brasileiro, a Editora Globo, a partir de 1971, lançou revistas temáticas dos clubes partícipes da elite nacional. Cada mês chegava às bancas um exemplar temático de um clube. Cada exemplar com mais de 60 páginas trazia histórias, bastidores, fotografias e muita diversão para o aficionado do esporte. Foi uma viagem muito interessante no tempo.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
O tempo de ciberespaço nos distanciou da mídia de divulgação escrita. Não consigo lembrar da última vez que frequentei uma banca de jornais/revistas. Em minha cidade elas já não existem mais, foram substituídas por tabacarias. Tinha por hábito entrar em bancas, com muita paciência, descobrir o que estava ali, adquirir algo e me deliciar com a leitura em alguma cafeteria próxima. Bancas e revistas proporcionaram um bom encontro com vários temas.

Os espaços de bancas e revistas temáticas foram durante algumas décadas foi a principal fonte de divulgação dos clubes. Nos anos de 1970 a mídia televisiva ainda era um regallo de poucos. O rádio o grande meio e o impresso fazia chegar a imagem. Com acesso restrito, aquilo era li, relido, mostrado, discutido. Não era apenas um pedaço de papel, mas era literalmente a “impressão” da paixão do torcedor e elemento fundamental para agregar novos torcedores.

Assim com as bancas desapareceram, as revistas sumiram. Hoje encontramos o canal do clube, a mídia social do clube, a TV do clube…. O meio digital do clube. E aqui reside um problema, que é o caráter seletivo que esta proposta apresenta. O leitor numa banca, ao procurar um material ele no mínimo esbarrava em capas de uma revista que não era de seu de interesse, mas a depender da criatividade descobria algo novo. No meio digital a atenção é focada no objeto de busca. O torcedor não terá o prazer de esbarrar numa capa adversária. Será que algoritmos e bolhas atrairão novos aficionados ou tornará o que há mais seleto e único?




Coluna do Professor #331, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #331, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on 13.9.20 Rating: 5

2 comentários:

  1. Eu entendo que a publicidade é quem sustenta o site, mas está exagerada a quantidade de anúncios aqui, cobrindo o texto várias vezes.

    ResponderExcluir
  2. Piorou nos últimos dias! Manerem por favor!!!

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.