Coluna do Professor #315, por Albio Melchioretto

(Reprodução/Pinterest)
A CIÊNCIA NA FINAL DA TAÇA RIO

A FLUTV conseguiu passar boa parte do jogo final da Taça Rio sem nomear os adversários. Ver jogos em canal de clube é sujeitar-se a este atentado ao bom senso. Parece que ser ético e responsável não está nos valores prescritos para a transmissão. Cito a FLUTV, mas os jogos da FLATV que acompanhei não foram diferente…

POUCA COISA MUDOU PARA O PRIMEIRO JOGO DA FINAL

Há dois desafios nas finais do Carioca. Um é descobrir quem passará o jogo, o outro é acompanhar a parcialidade das televisões de clube. O trio Claudia Magalhaes, Anderson Cardoso e Marcello Pires da FLUTV criticam o clube com todo cuidado do mundo. A equipe foi montada em cima do lanço para a partida. Mas a preocupação de agradar a torcida é maior que o factual. O canal do clube foi possibilidade única, então porque sucumbir a provincianismo medíocre de uma transmissão parcial? Para além disso, o excesso de informação na tela atrapalha, havia GC, hastag, QRCode, logomarca, tudo em tamanho tão avantajado quando a parcialidade da análise.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
AINDA SOBRE O CAMPEONATO CARIOCA

Qual o sentido de fazer um jogo de quarta-feira às 21h30? Encaixar com a grade da televisão. Me parece a única resposta aceitável. Mas sem TV, sem publico para chegar no estádio, porque os coveiros da FERJ insistiram no horário das 21h30 para final da Taça Rio? Pelo menos o jogo de volta do Carioca Série A, melhor posicionado. Mas 20h30 é um horário ainda melhor.

REDSKINS MUDARÁ DE NOME

Os movimentos sociais caminham para mais uma vitória, a mudança de nome dos redskins. A franquia, dos anos de 1930, sofre pressão social e de patrocinadores para alterar o nome. Peles vermelhas é uma forma preconceituosa de dirigir-se aos povos originários. O esporte é espaço de exemplos. Nada mais justo que a revisão num ambiente tão hostil as demandas sociais quanto a NFL.




Coluna do Professor #315, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #315, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on 15.7.20 Rating: 5

Um comentário:

  1. Igual a Ponte TV não tem como :
    "Agora a posse de bola é do GFC, o 8 passa pro 11, o 11 toca pro 4, o 4 recua a bola ..."

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.