Globo é condenada a pagar R$ 200 mil para ex-chefe de redação demitido

(Reprodução)
O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-4) condenou a Globo a pagar uma indenização de R$ 200 mil para o jornalista Renato Matte, que foi chefe de redação do SporTV e passou pela emissora entre 2012 e 2017. A informação foi publicada pelo UOL Esporte.

No pedido, Matte alegou que, antes de ser chefe de redação, foi Gerente de Grandes Eventos do SporTV, organizando toda a estrutura e planejamento de cobertura da Copa do Mundo de 2014, da Copa das Confederações de 2013 e dos Jogos Olímpicos de Inverno em 2014.

Nesse período, segundo o processo, Matte trabalhava das 10h00 até 19h30 com uma hora de pausa, normalmente, que excede o tempo de hora mínimo trabalhado de oito horas. Em outro ponto do processo, o profissional alega que foi promovido de função na emissora esportiva da Globo em novembro de 2015, sem acréscimo de salário.

Como chefe de redação, Matte afirmou que pediu um aumento de 30% em seus valores, mas não lhe foi dado, nem houve acordo por horas extras. Na defesa, a Globo negou afirmando que, comparando o salário de outubro de 2015 com o de outubro de 2016, a remuneração do jornalista passou de R$ 27.713,40 para R$ 32.538,09, em aumento de 17% em seus vencimentos.

Nos dois quesitos, Matte teve vitória, tendo conseguido o acréscimo de 30% do valor base de seu salário em outubro de 2015, antes da promoção como chefe de redação. A Justiça também concedeu pagamento de horas extras não previstas no contrato, principalmente aquelas ocorridas em grandes eventos esportivos.

No entanto, a Justiça do Trabalho não aceitou o argumento de danos morais por falta de provas e de testemunhas que provassem que Renato Matte realmente sofreu isso. O valor base do processo ficou em R$ 200 mil, com a Globo pagando os honorários dos advogados do jornalista e as custas processuais do caso.

A ação ainda cabe recurso em esferas maiores da Justiça do Trabalho.




Globo é condenada a pagar R$ 200 mil para ex-chefe de redação demitido Globo é condenada a pagar R$ 200 mil para ex-chefe de redação demitido Reviewed by Ribamar Xavier on 15.5.20 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.