Combate tem queda em massa no número de assinantes por conta da pandemia

(Reprodução)
O Combate foi o canal que mais sofreu com a pandemia do Covid-19. Segundo o UOL Esporte, a emissora vai fechar um mês abaixo da marca de 1 milhão de assinantes desde a década de 2010. Pelo menos 145 mil assinantes do canal de lutas deixaram de ser assinantes fixos, tanto na plataforma digital, o Combate Play, como através do sistema de assinatura via TV por assinatura.

Com a perda de assinantes, o Combate fechou o mês de abril abaixo da casa dos 900 mil assinantes fixos por mês. A queda já era esperada pela direção esportiva da Globo, mas os números em massa assustaram.

Mesmo com a queda grande no mês passado, a direção de Esporte da Globo entende que os números podem ter uma nova subida e voltar ao patamar acima de 1 milhão de assinantes com o retorno das competições do UFC, que terá o UFC 249 realizado no próximo sábado (9) em Jacksonville, na Flórida (EUA).

Além do evento no próximo fim de semana, o UFC tem eventos marcados para os dias 13 e 16 deste mês.




Combate tem queda em massa no número de assinantes por conta da pandemia Combate tem queda em massa no número de assinantes por conta da pandemia Reviewed by Ribamar Xavier on 5.5.20 Rating: 5

3 comentários:

  1. É a mesma questão da RGT em relação aos clubes de futebol ou mesmo outras modalidades esportivas. Se a RGT não está pagando a cota dos clubes e entidades pq não está tendo eventos e não está entrando o patrocínio, pq o povo vai pagar assinatura pra não ver nada de evento?

    ResponderExcluir
  2. Apesar do Rhoodes ser um monstro narrando, o canal Combate (sobre)vive somente do UFC como seu carro chefe, paga-se muito, para se obter pouco conteúdo! Entendo que a migração para o Sportv das lutas e o fim do canal seria bom para ambas as partes!

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.