Repórter da Globo quase diz no ar nome da empresa que dá nome ao Bragantino

(Reprodução/Instagram)
Durante a transmissão da partida entre Red Bull Bragantino x Palmeiras, válido pelo Campeonato Paulista, na tarde deste domingo (2), o repórter Felipe Diniz, da Globo, quase soltou no ar o nome da empresa austríaca de energéticos que gerencia e dá nome a equipe do interior paulista.

"Parece bom público, né?", disse o locutor

"É verdade. Inclusive, Cléber, todos os ingressos para este jogo foram vendidos de forma antecipada. Ingressos esgotados aqui em Bragança Paulista. Teremos algo em torno de 10.500 torcedores, 1.200 torcedores do Palmeiras, os restantes foram vendidos para torcedores do Red... do Bragantino", respondeu o repórter.

A política da Globo não permite e a divulgação de nomes de empresas que não patrocinam o futebol da emissora.





Repórter da Globo quase diz no ar nome da empresa que dá nome ao Bragantino Repórter da Globo quase diz no ar nome da empresa que dá nome ao Bragantino Reviewed by Ribamar Xavier on 2.2.20 Rating: 5

11 comentários:

  1. Palhaçada da Globo, ela deveria fala o nome correto do time Red bull Bragantino, como deveria na Formula 1 em vez de RBR,fala equipe Red Bull !

    ResponderExcluir
  2. Cheguei a comentar com um amigo, a sorte que ele se atentou se não hoje cedo já "ganhava o boné". Realmente a RGT tem alguma treta séria com a empresa de energéticos, pq na Fórmula Pneu não fala SF e sim Ferrari, não falam MB e sim Mercedes Benz, ai o pq de não falar Red Bull? E o mais incrível que a direção do time de Bragança pretende fechar acordo do Brasileiro com eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O argumento deles é que só falam marcas de fornecedores, não de meros patrocinadores.

      Só marcas de empresas da indústria automobilística, o que a Red Bull não é.

      Excluir
    2. Fornecedores? O que seria Fornecedores na F1? Se vc está fazendo referência a montadoras, ou das que fornecem os motores, da mesma forma tem Force India, Williams, Saara, Hass, Sauber (que inclusive já atuou em outro ramo). É notório que a picuinha deles é com a empresa de energéticos por algum motivo (ainda) não revelado.

      Excluir
    3. Fornecedores de peças, motor, pneu, combustível.

      São marcas da indústria automobilística.

      Mas nem sempre foi assim.

      Muito antigamente os jornais impressos não citavam nome nenhum, nem das equipes nem nada.

      Excluir
    4. Então, mas como vc vai transmitir um evento, sabendo o nome dos participantes e se nega a falar o nome dele? Agora não me recordo, Uns anos o Audax Osasco, com o Fernando Diniz, jogou a elite paulista, chamavam o clube de A.Osasco, Osasco ou citavam o Audax?

      Excluir
    5. Outra coisa Caio, a Red Bull no caso não é um mero patrocinador, é o nome da equipe em si.

      Excluir
    6. Isso aí é verdade. A Red Bull não é um mero patrocinador. É o nome da equipe.

      Acho que é o único caso de nome de nome de equipe de F1 contendo marca não relacionada à indústria automobilística.

      Quanto ao Audax, acho que Audax não é marca de nada. É só um nome.

      Mas já tivemos no futebol o Etti-Jundiaí, que a Globo chamava só de Jundiaí, no vôlei vários times e no basquete também.

      A Globo só respeita o que está exigido em contrato. Por exemplo o que ela fez com a Conmebol na Libertadores ano passado.

      Se não estiver bem estipulado lá, ela ignora mesmo.

      Agora o que eu acho é que deveria valer sempre o nome registrado na federação de cada esporte. Se na FPF e na CBF o nome do time é Red Bull Bragantino, é assim que tem que ser chamado. O mesmo valendo para os estádios, arenas, ginásios e autódromos.

      Mas ninguém põe isso em contrato...

      Excluir
  3. "contendo marca não relacionada à indústria automobilística."
    Varias outras não tem. haas, Force India, Sauber, Williams, nenhuma delas é relacionada.

    Audax é uma marca de e-commerce. Antes disso, era Pão de Açucar o time, na Rede Vida chamavam de Pão de Açucar, se fosse na Globo a lógica seria chamarem de PAEC.

    A Globo chamava de Etti Jundiai sim, inclusive, lembro de um jogo entre Palmeiras e Etti Jundiaí, no Parque Antarctica, chamaram tanto o clube como o estádio normalmente pelo nome na ocasião.

    "Agora o que eu acho é que deveria valer sempre o nome registrado na federação de cada esporte. Se na FPF e na CBF o nome do time é Red Bull Bragantino, é assim que tem que ser chamado. O mesmo valendo para os estádios, arenas, ginásios e autódromos.

    Mas ninguém põe isso em contrato..."

    Concordo contigo nisso. A propósito, se o Red Bull Bragantino fechar com a Globo os direitos do Brasileiro, ai ela está aceitando tudo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo falava Etti-Jundiaí? Não lembro disso não, mas se você tá falando eu acredito.

      Quanto ao Audax, essa empresa de e-commerce não tem nada a ver com o time.

      Leia a notícia da época da mudança de nome:

      https://maquinadoesporte.uol.com.br/artigo/midia-forca-pao-de-acucar-a-mudar-nome-para-audax_15107.html

      Excluir
    2. Realmente não tem ligação com a marca, mas é uma marca. Provavelmente, não devem ter chamado o clube de Audax, devem ter inventado um Adx Osasco.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.