Com 7.200 assinaturas, CBV inicia repasse do pay-per-view da Superliga aos clubes

(Foto: Pedro Teixeira/ Vôlei Renata)
A atual temporada da Superliga de Vôlei está tendo todos os jogos mostrados ao vivo. Os que não estiverem sendo mostrados pelo Grupo Globo ou TV Cultura, podem ser acompanhados pelo serviço de pay-per-view criada em parceria com a TVN Sports. Segundo a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), em pouco menos de quatro meses, foram cerca de 7.200 assinaturas.

Com o projeto concretizado, a CBV) deu início ao repasse de parte da verba aos clubes. “É um início de um projeto promissor, que foi pensado buscando uma nova fonte de receitas para os clubes. Alguns tiveram já um resultado animador. Neste projeto de poucos meses, tivemos um número de assinantes que consideramos positivo, e esperamos que os torcedores entendam que isso é um dinheiro que a CBV reverte para todos os clubes, proporcionalmente a adesão de cada apaixonado pelo seu clube”, explicou Renato D´Avila, Superintendente da CBV.

Desde o início do pay per view, cada assinante recebeu, além dos jogos com exclusividade, a possibilidade de contribuir com o seu clube de coração ao preencher um formulário. Assim, o time com maior número de torcedores assinantes recebe uma porcentagem maior. Porém, todos têm direito a uma cota. A primeira parcela do repasse sairá na próxima sexta-feira (21.02) e, enquanto houver movimento de assinatura, será gerado repasse para os clubes.





Com 7.200 assinaturas, CBV inicia repasse do pay-per-view da Superliga aos clubes Com 7.200 assinaturas, CBV inicia repasse do pay-per-view da Superliga aos clubes Reviewed by Ribamar Xavier on 20.2.20 Rating: 5

Um comentário:

  1. Num país com estimados aprox. 209 mi, conseguem 7 mil assinaturas? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    FLOOOOOOOOOP

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.