Coluna do Professor #277, por Albio Melchioretto

Colunista critica ESPN por 'esconder' no Watch, eventos esportivos os quais detém os direitos de transmissão.


(Reprodução)
A MANIA DA ESPN EM ESCONDER O QUE TEM DE BOM!

Tomarei a ESPN como exemplo, mas ela não é única. Canais de esporte escondem em OTT competições, ou ainda, nem mostram o que poderiam. Vamos aos exemplos da turma do Mickey Mouse. A Championship, por exemplo, um ou dois jogos por rodada, no máximo, boxing day bombando, e a escolha deixou a desejar. A Liga NOS é outra, raramente um jogo no canal principal, e quando mostra, somente os grandes Benfica, Porto e Sporting. Pouco se fala da competição, marketing do canal deixa muito a desejar quando o que está em cheque é a segunda prateleira. Até Premier League é vítima, na rodada de 01 de janeiro, não mostrou a primeira parte do jogo do Manchester City. Esses são apenas os exemplos de janeiro. Qual problema em tratar bem o fã do esporte? São quatro canais lineares e muitos reprises, custa mostrar nos outros canais, ou ainda, transmitir na televisão, em horário alternativo o que está escondido no Watch? Filmes e séries repetidos a exaustão e muito esporte de fora. E ainda, não faz sentido reprisar o Sportcenter, se ele possui, “trocentas edições”. E por falar do canal, sinto falta da versão latina. A esperança como Voltando a bronca, com o Belga nem existe mais esperança… Mas, meu protesto não é só com o futebol, vide por exemplo, as competições universitárias dos Estados Unidos, pouquíssima coisa nas telas. Não é a primeira vez que reclamo disto, mas me deixa muito revoltado esta postura de desdém.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
O BOM E O MAL DO STREAMING

As plataformas digitais na Copa São Paulo têm mostrado o que há de bom e o que não se deve fazer no Streaming. Acompanhei dois jogos, um deles foi o Santos x Olímpico. Que show de transmissão. Câmera bem colocada, vários ângulos, cuidado com narração e comentários. Sem travamentos. Já em Goias x Confiança, uma lição de tudo o que não deveria ser feito. Narração sonolenta, marcada por vários minutos de silêncio. Além disto, câmera fixando em um ângulo estranho. Tão ruim que me causou náuseas pelos seus movimentos desnecessários. O meio pode ser o rádio, minuto a minuto, televisão ou streaming, não importa, mas fazer com a qualidade que se deve pensando, primeiro no compromisso com o público.





Coluna do Professor #277, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #277, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on janeiro 12, 2020 Rating: 5

2 comentários:

  1. Achei que a coluna está tendenciosa. As emissoras de TV são empresas que precisam de audiência, é óbvio que campeonatos secundários tem menos espaços, porém são informados e detalhados em programas específicos diários como Futebol no Mundo. Outro ecsmplo, o jogo do Man.City mencionado, ppr una questao de grade ibiciou no whatch (que todo assinante do canal tem direito) devido a transmissao antrior que se estendeu. Perderam 20 min, mas garantiram o jogo no principal cansl
    espn brasil. Coluna está apelativa e tendenciosa.

    ResponderExcluir
  2. quero saber ás novidades do foxsports e tomará a fox americana comprar de volta o foxsports e o foxsports lançar mais canais foxsports no brasil ia ser legal 3 canais foxsports no brasil e 2 canais foxsports é pouco.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.