Narrador se revolta com o Criciúma, solta palavrões no ar e depois pede desculpas a quem ficou ofendido

O narrador Mateus Mastella deixou aflorar o sentimento de torcedor na transmissão da partida entre Criciúma x Figueirense, válida pelo Campeonato Brasileiro Série B. Ele fez a cobertura pelo canal Tabelando, do YouTube, e mais outros dois veículos (TV Engeplus e Rádio Cocal FM).


O desabafo, como torcedor do Criciúma, aconteceu no segundo gol do Figueirense, em um contra-ataque do time da casa. "Vão tudo pra p... que pariu, Criciúma, vai tudo pra p... que pariu, Criciúma. Tão de brincadeira, vão tudo a merda. Me desculpem os patrocinadores, me desculpem os ouvintes, me desculpem os parceiros. Vão tudo pra p... que pariu"., afirmou.

Ao UOL Esporte, ele disse que a ideia do projeto é mesmo usar a linguagem dos apaixonados pelo Criciúma, até porque o comentarista é sempre um torcedor do time. "Vão tudo pra p... que pariu. É assim que o torcedor xinga. Vão tudo a merda, chega, não dá mais. A ideia não foi criticar jogador, técnico e direção. Foi um desabafo pela fase ruim...Como a cidade só tem um time na Série B, acredito que não só eu, mas as próprias emissoras que transmitem, torcem exclusivamente para o Criciúma. Nós pegamos mais este lado torcedor para não concorrer com as emissoras tradicionais".

Segundo Mastella, mesmo fazendo essa narração identificada com o time, ele nunca tinha chegado a soltar palavrões e ficado tão irritado como durante o jogo contra o Figueirense, no último final de semana. "Nunca chegou perto de xingamento, acho que não é correto ficar falando palavrão. Quando ganha, a gente faz festa. Quando perde a gente fica indignado. Claro que não xingando. Eu acabei me emocionando".

Com a divulgação do vídeo em redes sociais como Twitter e, principalmente, WhatsApp, o narrador fanático disse que recebeu mensagens do Brasil todo de pessoas que também reclamam dos seus times muitas vezes de maneira mais ríspida, como aconteceu com ele.

"Olha, foi uma reação espontânea, que não estava planejada, mas que foi uma ação que ganhou uma repercussão nacional. Ao falar palavrão, reconheço que passei dos limites, até porque não vejo palavrões encaixados e justificados em qualquer contexto. Mas reitero aqui que o objetivo não foi ofender ninguém, diretoria, jogador, nada. Foi um desabafo de um cara que acompanha o Tigre há 10 anos e criticou a má fase e não alguma pessoa. Peço as mais sinceras desculpas pra quem ficou ofendido".

Ele garante não ter recebido críticas até agora, mas contou que vai falar com o técnico do Criciúma, Roberto Cavalo, para pedir desculpas e explicar a demonstração de revolta contra a má campanha da equipe, que teve boas contratações esse ano, na sua avaliação. Em suas redes sociais, o narrador já se retratou. "Não foi por falta de investimento. Não deu liga, e quando não dá liga, não adianta".







Narrador se revolta com o Criciúma, solta palavrões no ar e depois pede desculpas a quem ficou ofendido Narrador se revolta com o Criciúma, solta palavrões no ar e depois pede desculpas a quem ficou ofendido Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, outubro 29, 2019 Rating: 5

4 comentários:

  1. Imaginando o Sergio Malucelli presidente do Criciúma.

    ResponderExcluir
  2. Rachei o bico.Foi espontaneo e divertido de ver.Nos dias de hoje onde muita coisa é artificial e forçada e teatrada,esse aí pelo menos foi verdadeiro.

    Espero.

    ResponderExcluir
  3. Tá certo sim Mastella,já fez um Estadual péssimo,então, sabendo da importância da Série B,deveriam ter investido melhor. Falta de dinheiro não é desculpa,pegava jogador emprestado de Série A.

    ResponderExcluir
  4. Boa noite. Gostaria de ver TAMBEM a reacao do narrador em momentos posteriores, ja que o jogo terminou 2 x 2.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.