Contrato de pay-per-view do Palmeiras com a Globo perde valor fixo em 2020

(Reprodução)

A garantia de um valor mínimo no pay-per-view de quase R$ 80 milhões que o Palmeiras conseguiu na negociação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro com o Grupo Globo, só é válida para este ano de 2019. A partir do ano que vem, a renda alviderde vai depender do percentual de torcedores palmeirenses cadastrados como assinantes. A informação foi publicada pelo blog do Rodrigo Mattos, no UOL Esporte.


Em compensação, o clube tem um mecanismo pelo qual pode romper o acordo se não for atingido um patamar mínimo de renda, isto é, os jogos sairiam do pacote do programa até uma renegociação. Isso iria tirar os jogos do clube do PPV e obrigaria as partes a uma renegociação.

A diretoria alviverde entende que desta forma tem como pressionar a emissora caso seu percentual entre os assinantes do PPV esteja abaixo do esperado. Foi uma alternativa visto que a Globo não aceitava dar uma garantia de valor fixo por todo o contrato do Brasileiro.

Para saber se haverá uma queda de dinheiro de TV em 2020, o Palmeiras terá de esperar os resultados do cadastro da Globo com assinantes válido para o próximo ano – esses números já existem, mas não foram divulgados. Para manter seus ganhos atuais, a agremiação alviverde terá de atingir 12% neste levantamento, isto é, ter um crescimento em relação à atual temporada.





Contrato de pay-per-view do Palmeiras com a Globo perde valor fixo em 2020 Contrato de pay-per-view do Palmeiras com a Globo perde valor fixo em 2020 Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, outubro 08, 2019 Rating: 5

2 comentários:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.