Coluna do Professor #264, por Albio Melchioretto


Colunista foca na ESPN e: elogia cobertura da Copa do Mundo de Rugby; critica a transmissão da WAFU Cup of Nations e o Ciclismo escondido no Watch.


(Reprodução)
COPA DO MUNDO DE RUGBY, SOBE ESPN

As madrugadas do canal ESPN estão animadas pela Copa do Mundo de Rugby. A nona da história. Iniciada em 1987. Acontece a cada quatro anos e já é a terceira competição esportiva mais vista do mundo. Regulamento fácil de entender. São 4 grupos com 5 países cada. Os dois primeiros colocados se classificam para as quartas de final e assim até o campeão. O diferencial são os mais de 40 dias de competições. São 1 ou 2 jogos por dia. De madrugada, mas com VT ao longo do dia nos canais ESPN. Oportunidade para conhecer mais do esporte. O filme Invictus (2009), afirma que o “Rugby é um esporte de brutos, jogado por cavalheiros”.

CICLISMO, DESCE ESPN

Enquanto isso, de manhã, etapas de ciclismo no Wacht. Etapas único de competição diária. Enquanto isso, os canais secundários mostram tanto reprise.

SE VIRA NOS TRINTA ESPN BRASIL, NÃO SOBE, NEM DESCE

A ESPN Brasil mostra as partidas da semifinal e a grande final da WAFU Cup of Nations, que acontece, este ano no Senegal. As fases anteriores estiveram escondidas no WatchESPN, serviço streaming. O narrador da ESPN passou os primeiros quinze minutos sem falar o nome dos jogadores, trouxe inúmeras transformações, nada do jogo. Depois deste tempo mencionava apenas os ganeses, depois do segundo tempo vieram os marfinenses. Intervalo, nenhuma informação de jogo. Que situação. Fazer futebol é interessante, promovê-lo também. O canal é promotor da edição e as informações são escassas. Em tempos de conexão isso não é mais concebível, isso não pode acontecer produção!

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
ASPIRA O QUÊ?

Os felizardos que viveram nos anos de 1990 e acompanhavam a era do “Canal do Esporte”, da Band, tiveram a chance de ver muito futebol de base. Hoje, o Brasil é um dos poucos países que exibe futebol de base na televisão, na quantidade que há. Temos muito ainda para desenvolver na base, mas este ponto é digno de apontamento. Nos últimos três anos, mediado pelo finado canal Esporte Interativo, a CBF, ressuscitou o Brasileirão de Aspirantes. Com o fim do EI decretado pelo grupo Turner, o torneio ficou exclusivo do streaming. Este ano, o Sportv mostrará apenas o confronto final Grenal. Ao visualizar a chamada me pergunta, do motivo de ser apenas a final. Mas ao longo do jogo me questionava o motivo da competição. O U23 está deslocado, não é feito por aspirantes, pois já não aspiram mais estar no time.





Coluna do Professor #264, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #264, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on 13.10.19 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.