CBF nega intenção de cobrar direitos de transmissão às emissoras de rádio

(Reprodução)

O secretário-geral da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Walter Feldman, negou a informação de que a entidade estaria analisando a possibilidade de cobrar, das emissoras de rádio, os direitos de transmissão das partidas de futebol. A afirmação foi feita em entrevista ao diretor da Associação de Cronistas Esportivos do Brasil (ACEB), Eraldo Leite.


Segundo o secretário, o assunto nunca chegou até a entidade, muito mesmo houve qualquer tipo de discussão. "Essa pauta nunca chegou à CBF, nunca foi discutida, nem sequer comentada, seja em reunião oficial, seja nos bastidores. Nós consideramos que o rádio brasileiro e o papel que vocês, jornalistas, têm, é fundamental para, como diz o presidente Rogério Caboclo, capilarizar aquilo que é a nossa paixão nacional. Portanto, fora de pauta. Nenhuma possibilidade", afirmou Feldman.

A discussão sobre a cobrança ganhou força após entrevista do presidente do Corinthians, Andres Sanchez, que apoiaria a ideia.

Em nota, a ABERT afirmou que confia na posição da CBF de que não levará adiante tal iniciativa. Na legislação vigente (Lei nº 9.615/98 - Lei Pelé) não há previsão de cobrança para a transmissão radiofônica, pois se trata de um direito de interesse público, já consagrado, que assegura o acesso à informação da sociedade brasileira. Tal entendimento, inclusive, já foi ratificado pelo Poder Judiciário.

Com informações da ABERT





CBF nega intenção de cobrar direitos de transmissão às emissoras de rádio CBF nega intenção de cobrar direitos de transmissão às emissoras de rádio Reviewed by Ribamar Xavier on sexta-feira, outubro 25, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.