Conselho Nacional de Boxe e Grupo Globo são condenados a indenizar lutador

(Reprodução)

O Grupo Globo e o Conselho Nacional de Boxe foram condenados a indenizar em R$ 30 mil um lutador de boxe por danos morais. A condenação foi feita pela 1ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo. Tanto o Grupo Globo, quanto o Conselho, já recorreram da decisão em segunda instância.


De acordo com o Observatório da Televisão, o nome do lutador, que está em segredo de Justiça, foi citado numa transmissão de forma pejorativa após o lutador ter uma luta marcada, mas ter sofrido uma lesão poucos dias antes e desistir da luta.

No processo, o lutador afirma que o Conselho teria deixado de divulgar a substituição e seu nome apareceu como sendo o atleta que lutava no dia e que foi derrotado sem sequer ter entrado no ringue.

No entanto, na transmissão feita pelo Grupo Globo, não houve correção alguma. O narrador e comentarista teriam feito comentários depreciativos sobre o desempenho e a técnica do lutador. Além disso, a perda da luta gerou uma pontuação que foi computada em seu nome, prejudicando-o no campeonato que estava sendo disputado.





Conselho Nacional de Boxe e Grupo Globo são condenados a indenizar lutador Conselho Nacional de Boxe e Grupo Globo são condenados a indenizar lutador Reviewed by Ribamar Xavier on sexta-feira, agosto 09, 2019 Rating: 5

Um comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.