Divisão do dinheiro do pay-per-view do Brasileirão terá novo modelo a partir de 2020, diz jornalista


A Globo vai realizar encontro com os clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro com objetivo de rediscutir o modelo de divisão do dinheiro do pay-per-view. A informação é do jornalista Jorge Nicola em seu blog no Yahoo!.

Segundo ele a nova divisão passará a valer a partir da próxima temporada. "Modelo mais democrático e menos polêmico", diz o jornalista.

(Reprodução)
Na divisão deste ano, a Globo se baseou em pesquisas de torcidas nas principais capitais do país para definir um valor que a emissora considerava justo para cada participante da competição. No novo modelo a ser apresentado aos clubes, as equipes passarão a receber um valor de acordo com o número de assinantes do Premiere que se declarem torcedor daquele time.

A ideia da Globo é fazer uma campanha uniforme de divulgação do pay-per-view para conscientizar o torcedor sobre a importância de se declarar torcedor de seu clube ao assinar o serviço.




Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Divisão do dinheiro do pay-per-view do Brasileirão terá novo modelo a partir de 2020, diz jornalista Divisão do dinheiro do pay-per-view do Brasileirão terá novo modelo a partir de 2020, diz jornalista Reviewed by Ribamar Xavier on sábado, maio 25, 2019 Rating: 5

13 comentários:

  1. É a melhor proposta. Neste caso o modelo é mais justo e pode ser que os times de maior torcida não tenham as maiores cotas. Vamos esperar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo, mas será necessário uma auditoria dos clubes. Há muitos anos, qua ndo assinava uma operadora DTH, marquei meu time do coração como Internacional de Porto Alegre, alguns meses depois, fui verificar e vi que lá estava marcado Corinthians. Remarquei para Internacional, e, pasmem, dois meses depois lá estava Corinthians novamente. Desisti de remarcar.

      Excluir
  2. E agora, os nordestinos vão colocar que torcem pros seus times locais ou pra um time do Rio? kkk. Agora a terceirizada vai ter que escolher. Tem time ai que se não receber um por fora, vai cair bem a verba heim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só times do Rio (Flamengo e Vasco) mas de SP também (Corinthians, São Paulo e Palmeiras).

      Excluir
    2. Esses são em bem menor número em comparação ao Flamengo.

      Excluir
    3. Isso é verdade.

      No Nordeste a torcida do Flamengo equivale à soma dos outros 4.

      Excluir
    4. Esclarecendo. No Nordeste , a torcida por clubes do eixo Rio Sp , é maior no interior . Vá até Salvador , Fortaleza ou Recife , é raro achar torcedor que não seja de Bahia ou Vitória , ou Santa Cruz , Sport , Náutico , Ceará , Fortaleza. No interior raramente tem time para torcer , e o interior sente pouca afinidade por torcer para clubes da capital(mas tb existe).

      No Interior de cada estado do nordeste , aí sim , se tem uma torcida muito grande pelo Flamengo e Vasco. E o crescimento pelos times paulistas nas últimas décadas.

      Excluir
    5. A terceirização vem do interior então. kkk

      Excluir
    6. Discordo totalmente quando você diz que nas capitais do Nordeste é raro encontrar torcedores dos times do sudeste, o que eu mais encontro são torcedores jovens de clubes de fora aqui em Salvador. Sou vascaíno, sócio do clube, nascido e crescido no subúrbio de Salvador. No meu círculo de amigos (as) mais próximos só um é realmente Bahia. E minha geração nem é mais tão nova assim, já estamos na casa dos 30 anos.

      A população mais antiga de Salvador é sim composta na sua maioria de torcedores da dupla Ba-Vi (+45 anos), isso nao precisa nem morar aqui pra saber, quem é de fora e vê os jogos pela TV vê bastante adultos e idosos na torcida. Meu pai e meu avô são torcedores doentes do Bahia, meu avô inclusive sócio remido e estão sempre falando como a nova geração está bem democrática em relação aos times que torcem, já que na época deles tinha a concentração massiva de torcedores da dupla da BAVI e dos antigos Galicia, Ypiranga e Leonico que hoje já não mantém atividades profissionais no futebol.

      Excluir
  3. Deveria seguir o modelo da tv aberta ,40% igualitário , 30% colocação final e 30% audiência. Foi o que fez o Athletico assinar com a Tv aberta e não pay per view

    ResponderExcluir
  4. A ta, se na minha casa tem 2 pessoas, cada um paga metade e torce pra um time, vai ter como marcar as duas opções?

    ResponderExcluir
  5. mudando de assunto,os palmeirenses se gabam de ter uma torcida que 'compra'ou seja que seus torcedores são ricos.Existe alguma pesquisa que mostre isso,ou é coisa de fanático?Se for por renda per capita,quem mora no sudeste é o que mais conta para o dinheiro do premiere então, assim o Fla receberia menos?Se escrevi bobagens,podem contestar,mas,sem ofensas!

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.