Globo entende que exclusividade em direitos de transmissão é importante; Facebook discorda


As estratégias de exploração dos direitos de transmissão de eventos de futebol são absolutamente distintas entre Globo e Facebook. De acordo com postagem de Rodrigo Mattos, no UOL Esporte, isso ficou evidenciando em seminário realizado na CBF que teve como tem a evolução do futebol

Enquanto a emissora brasileira entende que a exclusividade é essencial para gerar valor e obter receitas com as competições, a rede social avalia que atualmente a maior frequência e o engajamento do público são mais relevantes para monetizar o campeonato.

(Reprodução)
"O futebol tem um diferencial, o altíssimo valor do ativo ao vivo. A gestão da exclusividade tem sido importante. Não se vende o que se oferece de graça", afirmou o direito de direitos esportivos da Globo, Fernando Manuel, na oportunidade. Para ele, o sucesso da Liga dos Campeões no Brasil tem como um dos motivos o fato de a UEFA saber gerir sua exclusividade.

Já o executivo de esportes do Facebook para a América Latina, Leonardo César, foi em direção oposta. Para ele, a exclusividade pode ser um acréscimo, mas não é fundamental. "O conteúdo está performando bem. Fizemos um acordo (com a Fox) para ter mais partidas (da Libertadores) que ajuda nessa mudança de hábito. Não é uma coisa trivial. Há complicações no caminho, desde a forma de receber o sinal a chegar as pessoas. Ter mais conteúdo é importante. A exclusividade não é fundamental. Ajuda, aumenta a audiência, mas não é  fundamental", afirmou.

"É superimportante mostrar que tudo nasce do conteúdo. Primeira onda é a que conseguimos o engajamento, começa a criar a comunidade que você gere na sua plataforma. A partir daí, você pode criar formas de monetização. Já existem formas de monetizar, mas podemos criar novas", completou Leonardo César.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Globo entende que exclusividade em direitos de transmissão é importante; Facebook discorda Globo entende que exclusividade em direitos de transmissão é importante; Facebook discorda Reviewed by Ribamar Xavier on quarta-feira, abril 24, 2019 Rating: 5

6 comentários:

  1. Concordo plenamente com o executivo da poderosa,depois é só enfiar na geladeira!

    ResponderExcluir
  2. Essa Globosta não tem moral para afirmar nada. Por anos prejudicou o brasileiro, comprando e escondendo a competição, ao não mostrar. Só para prejudicar a concorrência. Guga, por exemplo, assistimos o seu título em Roland Garros'97 na Manchete, mas perdemos o Bi e o Tri, comprados pela toda-poderosa e não exibido pois o tênis 'maculava a sua grade'. Fizeram o mesmo, anos a fio, com inúmeros campeonatos e modalidades. De estaduais a Olimpíadas. Interferiram até na TV a cabo. Se os preços são exorbitantes, a culpa é dos Marinho, que impediram Rupert Murdoch de desembarcar no Brasil no início do século para concorrer com a NET ( então de sua propriedade ) através de uma manobra no Congresso.
    Mas, finalmente, a Internet e o streaming vão providenciar a sua falência.
    #ComingSoon

    ResponderExcluir
  3. Globo a cada dia mais fudida, acabou o domínio, agora além do facebook, tem a dazn. Além que já tinha levado uma lapada com a fox e depois a turner.

    ResponderExcluir
  4. KKKKK lógico que a Esgoto é a favor do monopólio (exclusividade) onde ela pinta(va) e borda(va). Agora as coisas estão mudando e isso está indo por água abaixo. kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Só que, o futebol europeu, bem como em outros países, é transmitido por emissoras públicas.

    Coisa que a TV Cultura e a TV Brasil deveriam ter liberdade para transmitir o que quiser dentro do Brasil, bem como os jogos da Seleção Brasileira em qualquer parte do mundo.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.