Coluna do Professor #234, por Albio Melchioretto


UM TELEVISÃO PARA ALÉM DO BRASIL

Dois pontos que não são novidades ao leitor destas tortas linhas. O streaming é o futuro/presente nas transmissões esportivas, e eu sou resistente a este serviço. Para driblar algumas limitações tenho acompanhado alguns jogos do Francês pelo TV5 Monde. Ao trocar de operadora perdi a Rai Internacional, mas quando do acesso, acompanhava jogos, inclusive da Série B do Calccio. Tudo isso para fugir das transmissões via internet. Sei que uma hora terei que me render, mas até lá, resistirei bravamente.

Colunista se mostra resistente as transmissões por streaming (Reprodução/Facebook Watch)
As opções acima, são os canais étnicos, assim chamados por aqui, estão, via de regra, em pacotes premium nas operadoras. Canais estrangeiros, no sentido de oferta, programação e transmissão, sempre na língua mater. Os pacotes premium são os que o cidadão precisa desembolsar um dinheiro a mais para ter acesso. A operadora que contratei, oferece apenas quatro canais étnicos, a RTPi; TV España, TV5 e DW. Dos quatro canais, apenas o alemão não oferece esporte em sua programação. O canal português, mostra algumas competições nacionais, amistosos e futsal, por exemplo. O canal francês, futebol, amistosos da seleção e Rugby. Já a TVE, mostra pouco, mas já vi alguns jogos de basquete, e faz tempo, uma final da Copa del Rey.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
Nos últimos dias acompanhei de perto, um jogo da seleção feminina francesa, frente as alemãs, e a vitória do PSG diante dp Dijon por quatro tentos. Interessante a lógica “dos outros”, de fazer futebol. O jogo é contado. Uma narração linear, com pouca ou quase nenhuma exaltação. A ação do comentarista, segue a mesma linha, porém, fala bem menos que aqui. O intervalo de jogo, é intervalo mesmo. Pouco ou quase nenhuma informação sobre ele neste momento. Se você não estiver atento, perderá o gol.

Penso que as operadoras deveriam oferecer uma quantidade maior de canais estrangeiros. É raro algum canal sul-americano por aqui. TV Pública Argentina, em poucas praças da NET e Telefe, na Vivo são exceções. Mas há ótimas opções, TV Chile, RCN, TV Caracol, Cubavisión, Televisa, para citar algumas e todas com bom futebol, e no caso da cubana, baisebol. A questão que vejo, pelas operadoras, não é apenas o acesso, mas a abertura para a cultura do outro e conhecer, não pelos nossos olhos, mas por quem está narrando uma história. O esporte é sempre um bom caminho para a expansão cultural.

E você, nobre leitor, que canais estrangeiros gostaria de acompanhar?

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Coluna do Professor #234, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #234, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on domingo, março 17, 2019 Rating: 5

5 comentários:

  1. O brasil ignora olimpicamente o que se passa no estrangeiro. Não boa vontade de governantes nem dos empresários em promover, via tv, a integração regional. Resta a ignorância quase total com relação aos vizinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo, mas essa questão de tv paga citada pelo colunista, aos poucos vai ser reduzida e em larga proporção ao que ele mesmo disse que terá que se render.

      Excluir
  2. RTP e SIC parece que você tá vendo um misto das TVs abertas brasileiras. Programas de auditório estilo Silvio Santos, novela estilo as da Globo, esporte e jornais. Domingo são diversos programas de auditório.
    RAI é bacana de ver, mostra bem da cultura italiana, com muito jornalismo. Pena que a imagem é péssima.
    TV5 e TVE raramente vejo. TV5 via apenas futebol, ou quando passava algum documentário. TVE quando passavam a Copa do Rei acabava assistindo mais, hoje deixei bem de ver.

    ResponderExcluir
  3. Eu assisto os jogos da Série A Tim pelo canal Rai.

    ResponderExcluir
  4. O serviço de streaming é a opção para o futuro. Não compensa pagar 200,00 para assistir no máximo dois ou três canais. Tem gente que paga tv a cabo para assistir Globo ou SBT. Jogar dinheiro fora.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.