Coluna do Professor #233, por Albio Melchioretto


O PARADOXO DO MONOPÓLIO E DA NÃO VISIBILIDADE

Uma colega professora, vitrinista e designer de moda, perguntou esta semana, em sua “história” no Instagram, o que as pessoais entendiam como imprescindível numa vitrina. As respostas foram variadas. Entre elas, criatividade; despertar interesse; produtos para público-alvo; cuidado com detalhes e outras respostas dentro desta mesma lógica. Todas as respostas visavam uma ideia, que vitrine é um lugar para exposição, então, elementos que atraiam o público a prestar atenção nos detalhes.

Colunista defende tese de que as pessoas não comentam mais sobre a Liga dos Campeões (Reprodução)
Nas primeiras rodadas da Champions escrevi sobre o tema da coluna de hoje. Muitos leitores discordaram na caixa de comentário. O passar do tempo reforça minha “tese”, mesmo com os índices históricos que a TNT conseguiu com o jogo do Real Madrid x Ajar, já em Porto x Roma, a história é a mais do mesmo. As pessoas, no dia a dia, não falam mais da Champions, falam de um time ou outro. É um assunto apenas da mídia especializada e do aficionado pelo esporte. Os lugares que frequento no dia a dia, ouço falar dos estaduais, da Libertadores, da abstinência do brasileirão, da Premier League, de Messi, já a Champions, são raros os momentos. O público comum do futebol desconhece os rumos da competição. A UEFA ao vender para o grupo Turner/Facebook abriu mão de uma vitrine grande, bem-feita, para apostar numa de tamanho menor.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@professoralbio
O público, a grosso modo, desconhece os detalhes de uma grade de programação. O sucesso de público e audiência da Rede Globo passa, necessariamente, por uma grade de poucas alterações. O público já internalizou a grade de programação. Além disto, há outro elemento substancial. O aficionado do esporte, vai zapear pelos canais esportivos, ele representa um nicho de mercado. Agora, buscar futebol num canal de filmes (ou tênis num canal de séries, como mencionei na coluna passada) passa longe do habitual do fã. É como procurar meias numa vitrine de camisarias.

A TV aberta, mesmo em queda de audiência, ela registra ótimos números. Os jogos do Corinthians da RedeTV! chegou ao aumentar entre 10 a 12 vezes a audiência habitual. Rende 50% a menos que este jogo poderia render na Globo. Porém, o efeito é tão forte, que o canal, nas penalidades do último jogo do Timão, chegou por uma dezena de minutos a liderar a audiência na Grande São Paulo. Uma vitrine e tanto… há de se considerar o apelo da audiência, o horário e a propaganda.

Então, o que falta para Champions, apesar de resultados significativos na TNT/Facebook conseguir resultados ainda melhores?

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no INSTAGRAM.



Coluna do Professor #233, por Albio Melchioretto Coluna do Professor #233, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on domingo, março 10, 2019 Rating: 5

30 comentários:

  1. De novo essa balela de chorão que não aceita a competição na mão de outros canais ou outras mídias. Se a Globo que é a poderosa na tv aberta não fez oferta nenhuma pela UCL pra que essa choradeira? Tem que reclamar pq ela nem quis participar da licitação e ainda deu um balão na Espn.

    E quanto a comentar Messi, inglês e não falar de UCL, deve ser na vila onde vc mora ou trabalha, aqui todo mundo sabe que terça e quarta é dia de UCL e já sabe onde passar, no mínimo o pessoal dai desse ser o público noveleiro retrê, que estava acostumado a ver um jogo ou outro das quartas de finais em diante, depois que acabava o Rei do Gado e a Lagoa Azul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Informaçao do Gabriel Vaquer do uol no twitter:

      "Globo queria pra todas as mídias, a Team não quis vender a Champions pra todas as mídias. Nem proposta fizeram."

      Excluir
    2. E ela fez oferta para todas as midias? Fez pra nenhuma, inclusive deixou a ESPN na mão, tinha feito um acordo com a ESPN e depois "deu os canos" neles. Como sempre, querem monopolizar, abracar tudo, mas se f... com a Uefa.

      Excluir
    3. A piot transmissão da Champions até aqui.Streaming nas grandes competições tem que ser complementar não exclusivo. Qua sublicencie para qualquer canal aberto que tenha várias afiliadas pelo Brasil.

      Excluir
  2. Dica pra UEFA:

    - Rescinde esse contrato ao fim dessa Champions
    - Vende os direitos por 5 anos pra Globo, SporTV e ESPN

    Muito fácil resolver 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas a Globo nem quer transmitir, vai vender pra quem não quer comprar? kkkkk

      Excluir
    2. Realmente muito fácil resolver,a Time/Warner e o Facebook,ficariam felizes e nem pediriam o dindin com multa!

      Excluir
  3. Deve ser post pago, só pode. Os jogos são acessíveis p todos, com 2 cliques vc acessa o Facebook e vê o jogo. Nos lugares q eu frequento todos falam da champions como antes... Tá mt chorão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for no youtube é fácil assim. No face , transmissão do Wsl de surfe ou Libertadores roda liso aqui. Mas a Ucl no face , não deu para ver nenhum jogo até aqui.

      Excluir
    2. Eu vi todas, bem liso. Tente att o app

      Excluir
    3. Eu tentei ver pelo facebook no notebook e espelhar e até hoje não consegui. Não assisto pelo celular , tela muito pequena comparada à tv. Na minha tv smart de 2014 não tem o facebook watch.

      Excluir
  4. E tem a Band(Sempre vencia o sensacionalista cidade alerta) que marcava boa audiência com a Champions né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Band não consegue comprar nem torneio de truco no bar da esquina, vai conseguir uma UCL?

      Excluir
  5. Champions acontece só de vez em quando, Premier League tem toda semana.

    ResponderExcluir
  6. Eu fico imaginando, será que os mandatários da Champions se preocupam com o que é falado nos botecos no brasil ou com o dinheiro que entra na conta deles.

    ResponderExcluir
  7. A UEFA pode ter decidido apostar no longo prazo e isso faz sentido. Não adiantaria ter a "grande vitrine" da Globo e ficar refém da boa vontade dela, como acontece com os campeonatos nacionais. Esse me parece um bom caminho e, inclusive, deveria ser seguido pelos organizadores das competições daqui. Basta ver o que o NBB vem fazendo. Antes ele ficava escondido no SporTV, mas hj tem transmissão em 4 canais de TV e 2 redes sociais, aumentando o tamanho de sua vitrine.

    ResponderExcluir
  8. Lugar de jogo eh na tv, e não via internet.
    Passam os melhores jogos no Facebook, os de menor apelo na tnt/space. Ridículo.

    Pro inferno ver jogos com exclusividade em Facebook...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só ligar o app do Facebook na tv ou ligar o pc na tv.

      Excluir
    2. Eu tenho smartv e ligo na minha. Mas muitas pessoas não tem nem smartv e nem internet de qualidade. Fora que o jogo no facebook tem um delay irritante. Brasil não tem estrutura para transmissão em streamings

      Excluir
  9. Como eu estou trabalhando não dá pra eu ver os jogos mas quando eu chegava em casa ia na globo.com e via os melhores momentos das partidas. Hoje pra eu ver os gols tem que ficar procurando no youtube. Não quero dar razão pra A ou B mas o produto Champions League está muito mal cuidado pela TV brasileira hj.

    ResponderExcluir
  10. A globo exibia somente uma partida,e a partir das quartas,e a Band desde o início e nunca foi líder,que visibilidade era essa?A única emissora que tem dindin pra gastar é a Globo,e pra outras emissoras não compensa,se não vejamos:A maior torcida de São Paulo deu 10 pontos para a REDETV e a Terceira deu 17 pontos na média consolidada.
    pior ainda no nordeste um jogo do estadual da 24,25 pontos e o da Copa do nordeste 10 ou 11.

    ResponderExcluir
  11. Se os jogos batem recorde de audiência, seja na rede social ou nos canais da Turner, então sua tese tá errada, caro jornalista.

    ResponderExcluir
  12. Muito boa sua coluna Albio. Streaming nas grandes competições tem que ser apenas complementares e não exclusivo . É que tem gente que vive numa bolha e não sabe o quanto esse país é gigante , e a Internet fora dos grandes centros não é muito boa.

    O Brasil nas últimas décadas teve boas transmissões de Champions , essa que está complicada. O ideal era ter o face ou youtube MAS com tv aberta e fechada. Eles venderam os direitos de tv aberta para o facebook , sacanagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na real, não dá pra entender a choradeira desse povo. Até ano passado, diziam que tinha UCL na tv aberta, tinha 1 jogo só dos 8 das oitavas, 1 dos 4 das quartas, e na fase de grupos, praticamente a mesma coisa, 2 de 16, e era sempre Barcelona ou Real Madrid na transmissão, e os bocós reclamavam de um jogo só e dos espanhóis. Agora que tem praticamente todos os jogos e de graça continuam chorando. Realmente tem (teve) travamentos até a rodada anterior, facebook precisa melhorar, e esse problema independe se sua internet é boa ou ruim pq é problema da geração. Galera que não tá contente, vai ver Malhação, Cidade Alerta, Fofofofofofocando e pronto.

      Excluir
    2. Gostando ou não , a tv aberta ainda tem uma exposição maior , vale lembrar a DAZN na Redetv , o Brasil tem mais de 5 mil municípios , não dá para julgar o Brasil e todas as variedades econômicas pelo próprio umbigo , não tem banda larga boa em todos. E os jogos especificamente da Champions na Globo , passavam até nos consultórios médicos , na tv digital do celular , se vacilar os jogos passavam na fase que vale mesmo , os mata-matas passavam até em uma caixa de fósforo kkkk, sem depender de alta velocidade de internet , até Tô falando sobre o hoje , hoje é legal as plataformas com transmissão streaming disponibilizar alguns eventos. Mas eventos em grande porte , não gosto da EXCLUSIVIDADE no facebook em jogos importantes , é uma plataforma ruim para transmissão ao vivo. Se fosse no Youtube , o cenário seria melhor. Estou falando do hoje , num futuro é promissor para o streaming , reconheço. Mas hoje , vejo os jogos grandes , poderem passar tanto no streaming quanto na tv . Vou citar o Superbowl nos Eua , eles transmitem em várias plataformas , e tv aberta e tv fechada , porque sabem que assim agrada á todos. (Isso vale até para os Eua que são um país rico , com boas conexões , mas lá assim com aqui , por ambos terem dimensões continentais , até nos Eua , não são todas as localidades que tem conexão boa , tem muita área rural , de vales , etc)

      Excluir
    3. O erro deles foi qualificar o Facebook como tv aberta e não como midia de internet, mas pelo leilão que teve, nenhum canal se interessou, ou seja, se não tivesse o facebook, teríamos somente os canais da Turner na tv paga. A única vantagem disso seria a exclusividade de todos os jogos na tv.

      Excluir
  13. A tv aberta ainda é forte no mundo todo no quesito visibilidade. Até mesmo nos Eua

    ResponderExcluir
  14. Gostando ou não , a tv aberta ainda tem uma exposição maior , vale lembrar a DAZN na Redetv , o Brasil tem mais de 5 mil municípios , não dá para julgar o Brasil e todas as variedades econômicas pelo próprio umbigo , não tem banda larga boa em todos. E os jogos especificamente da Champions na Globo , passavam até nos consultórios médicos , na tv digital do celular , se vacilar os jogos passavam na fase que vale mesmo , os mata-matas passavam até em uma caixa de fósforo kkkk, sem depender de alta velocidade de internet , até Tô falando sobre o hoje , hoje é legal as plataformas com transmissão streaming disponibilizar alguns eventos. Mas eventos em grande porte , não gosto da EXCLUSIVIDADE no facebook em jogos importantes , é uma plataforma ruim para transmissão ao vivo. Se fosse no Youtube , o cenário seria melhor. Estou falando do hoje , num futuro é promissor para o streaming , reconheço. Mas hoje , vejo os jogos grandes , poderem passar tanto no streaming quanto na tv . Vou citar o Superbowl nos Eua , eles transmitem em várias plataformas , e tv aberta e tv fechada , porque sabem que assim agrada á todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O erro deles foi qualificar o Facebook como tv aberta e não como midia de internet, mas pelo leilão que teve, nenhum canal se interessou, ou seja, se não tivesse o facebook, teríamos somente os canais da Turner na tv paga. A única vantagem disso seria a exclusividade de todos os jogos na tv.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.