Paranaense pode ter divisão igualitária de cotas de TV a partir de 2020

A divisão igualitária das cotas de TV do Campeonato Paranaense pode virar realidade a partir de 2020. Pelo menos essa foi a impressão deixada no conselho arbitral do Estadual 2019, que aconteceu na manhã desta terça-feira (23), em Curitiba. As informações são da Gazeta do Povo, por Fernando Rudnick.

Coritiba e Paraná, os dois grandes times do estado com contrato vigente de transmissão na TV aberta, acenaram com a possibilidade durante a reunião (o Atlético é o único sem vínculo com a Globo).

(Reprodução)
“O Paraná tem a posição que diante desses valores, que temos de reconhecer que não são altos, as cotas devem ser dividas igualitariamente. Eu, em nome do Coritiba, disse que para o próximo contrato também concordo com essa ideia. Mas essa é uma discussão que vai se iniciar apenas. Para 2019 já existe contrato assinado”, afirmou o presidente coxa-branca, Samir Namur.

Hoje, as equipes recebem de maneira escalonada. O valor total é de R$ 5 milhões, sendo que a Federação Paranaense de Futebol (FPF) fica com fatia de R$ 300 mil. Caso a quantia fosse dividida igualmente, cada time ficaria com aproximadamente R$ 427 mil.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Paranaense pode ter divisão igualitária de cotas de TV a partir de 2020 Paranaense pode ter divisão igualitária de cotas de TV a partir de 2020 Reviewed by Ribamar Xavier on terça-feira, outubro 23, 2018 Rating: 5

2 comentários:

  1. Não tem sentido o Atletico PR,, Coritiba e Parana continuarem a jogar esse campeonato fracassado.
    3 meses de campeonato para receberem menos de meio milhão de reais.

    Qual sentido de continuarem jogando isso???

    ResponderExcluir
  2. O Atlético vai jogar novamente com o time de aspirantes e com grande chance de conquistar o bi consecutivo.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.