Globo quer ocupação das datas do calendário do futebol com viés mais comercial e de desenvolvimento

A Globo se mostra preocupada com fatores que impactam diretamente no Campeonato Brasileiro como data Fifa, excesso de jogos e times mistos para focar na Libertadores e Copa do Brasil. Em entrevista ao Lance!, o diretor de direitos esportivos da empresa, Fernando Manuel Pinto, falou sobre planejamento, erros e propostas de mudança para o certame.

"O Campeonato Brasileiro, que é fascinante pelo equilíbrio e imponderável em termos de disputa, também é afetado em rodadas intermediárias ou decisivas. Esse ano acontece e ano que vem vai acontecer de novo. Precisamos, definitivamente, sair de um estágio onde todos reconhecem o problema para, de fato, trabalhar as alternativas e agir. Compreendo que o calendário brasileiro resulte de uma série de necessidades, costumes e tradições, mas o fato é que a gente carece de um debate e ocupação das datas com viés mais comercial e de desenvolvimento", declarou o diretor.

(Reprodução)
Fernando Manuel Pinto concorda com a maior parte das reclamações sobre o calendário e também cobra por uma mudança. Entretanto, é enfático: "o cenário é preocupante para os clubes no quesito comercial". As datas espremidas atrapalham a valorização do principal produto da emissora.

"O resultado final é que o Campeonato Brasileiro acaba espremido. Temos uma situação atípica no Brasil. Por ficar espremido com tantos jogos em poucos meses, você acaba provocando isso. Somos todos responsáveis por isso, por não antecipar problemas, por se apegar demais ao passado e não promover mudanças necessárias. Eu me preocupo com o necessário. Tanto para o Grupo Globo
quanto para os clubes, de modo comercial, esse cenário é bem preocupante", completa.

Para conferir a entrevista na íntegra, clique neste link.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Globo quer ocupação das datas do calendário do futebol com viés mais comercial e de desenvolvimento Globo quer ocupação das datas do calendário do futebol com viés mais comercial e de desenvolvimento Reviewed by Ribamar Xavier on quinta-feira, outubro 25, 2018 Rating: 5

16 comentários:

  1. Pelo que entendi, ele falou timidamente sobre acabar com os estaduais.

    ResponderExcluir
  2. Globo lixo só se preocupa com os times do eixo, estão enterrando o futebol brasileiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo banca o futebol brasileiro desde sempre amigo.

      Excluir
    2. Manda quem pode,obedece quem não é burro,pelo menos nos direitos de televisão.

      Excluir
  3. A poderosa não tem interesse em adequar o calendário brasileiro ao europeu, já pensou ficar sem jogos oficiais do fim de maio até o começo de agosto,como ocorre no velho continente?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí é questão de ajustar. Se em dezembro eles socam aquele bendito The Voice Kids e outros enlatados pra enxer linguiça, só ajustar. E outra, julho tem a pré-temporada e havia época de grandes torneios onde os grandes clubes iam excursionar pelo mundo.

      Excluir
  4. A Taça de Ouro dos 80's foi a nossa Champions League. 40 times em 4 grupos de 10 e depois mata-mata. Foi a época de Ouro em que tinhamos craques, jogaços e finais inesquecíveis. É a única solução para um futebol hoje combalido, modorrento e de baixo nível técnico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os tempos sao outros,o dindin está na Europa,sem jogadores de bom nível,não tem como ter um bom campeonato.

      Excluir
  5. O jeito que tem é acabar mesmo com os estaduais. Só que dai depois não vão ficar chorando que mais treinam do que jogam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só sou favorável ao fim dos Estaduais se absorverem os demais times em divisões regionais até que todos estejam divididos e organizados. Fazer esse meio termo de "os pequenos disputam uma parte e os grandes entram nas finais eu sou contra.

      Segundo caso é adaptar o calendário brasileiro ao europeu. Começa em agosto e termina em maio. Junho férias e julho pré temporada.

      Excluir
    2. Calendário europeu não cola, cultura brasileira totalmente diferente, já a questão de alocar os times pequenos numa grande Série E seria interessante, poderia dar certo sim.

      Excluir
    3. E como resolver a questão de parar o campeonato durante Copa ou outro torneio? Tem coisas que infelizmente não tem jeito. Ano que vem vão antecipar a temporada pra começar no dia 20, e além de não parar nessas benditas data-FIFA, vão ter de interromper a competição para a Copa América que vai ser aqui.

      O certo é começar em agosto, termina em maio, férias em junho e pré-temporada em julho. Estaduais com até umas 15 datas e estamos conversados.

      Excluir
    4. Sem os estaduais tem data de sobra pra poder parar os campeonatos em data-fifa.

      Excluir
  6. É só mudar a orden. Começa com Brasileiro termina con Estaduais. Muitos grandes terão a chance do único título da temoorate e darão importância a isso.

    ResponderExcluir
  7. Raider, aqui não vira essa cultura europeia, brasileiro tem o costume de copiar coisa de gringo, mas ao invés de copiar as boas vai copiar as que não encaixam de jeito nenhum; Brasileiros e sulamericanos no caso como a final da Liberta 19.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.