Clubes reclamam da cota de TV da Copa do Nordeste; 'o valor é muito baixo'

O sorteio dos grupos da Copa do Nordeste aconteceu nesta quinta-feira (4), em Maceió, mas nos bastidores os clubes discutiam dinheiro.

Segundo a Folha de S. Paulo, por Alex Sabino, as equipes maiores, que ficaram com a principal fatia das cotas de direito de transmissão do torneio, reclamavam que o valor recebido. Por sua vez, os clubes que vão receber as menores quantias se queixavam de injustiça na divisão dos recursos.

“O valor é muito baixo. O que recebemos é cerca de 3% do nosso orçamento anual. O torneio precisa encontrar formas de gerar mais receita”, disse o presidente do Vitória, Ricardo David, que, assim como Bahia, Ceará e Santa Cruz, irá embolsar R$ 1,9 milhão para jogar o torneio de 2019. Esse é o grupo que vai receber a maior quantia.

(Reprodução)
O grupo 4, composto por CSA, Sergipe, Altos e Moto Club, é o que receberá o menor valor. Cada clube ficará com R$ 510 mil.

“Nossa proposta é que o dinheiro fosse distribuído igualmente. Cada um dos 16 times da Copa ficaria com R$ 1,26 milhão. Seria mais justo e ajudaria o desenvolvimento do futebol na região. Foi usado o ranking da CBF de 2017 para definir os grupos e os recursos, o que é injusto. Se a competição é de
2019, o certo seria o ranking de 2018”, avalia o presidente licenciado do CSA, Rafael Tenório.

"O dinheiro da Copa do Nordeste representa o dobro da cota que recebemos do [Campeonato] Pernambucano. Eu não posso ter o mesmo raciocínio dos clubes que estão na Série A. O meu time está na C. São mundos diferentes”, afirma o presidente do Santa Cruz, Constantino Júnior.

Equipes que estão no grupo 3 (Fortaleza, Botafogo/PB, Salgueiro e Confiança) e 4 se queixam que a decisão das cotas foi resultado de negociações de bastidores lideradas por Bahia e Vitória. Os demais teriam sido excluídos ou não tiveram muito tempo para debater.

A Liga do Nordeste afirma que a forma de divisão do valor arrecadado com direitos de TV foi colocada em votação pelos clubes e que prevaleceu vontade da maioria: a divisão em quatro grupos de valores distintos.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Clubes reclamam da cota de TV da Copa do Nordeste; 'o valor é muito baixo' Clubes reclamam da cota de TV da Copa do Nordeste; 'o valor é muito baixo' Reviewed by Ribamar Xavier on sexta-feira, outubro 05, 2018 Rating: 5

4 comentários:

  1. Voltem para os braços da poderosa,querem mais din Din, lá com 310 milhões por cota de patrocínio, serão 6, têm.

    ResponderExcluir
  2. Agora aguentem. Viviam reclamando da Globo, agora aguentem a Turner.

    Bem feito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo pagava uma merreca pra eles tb. Essa "desculpinha" não cola.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.