COLUNA #76 | Quem Te Viu, Quem TV, por Carlos Salvador

A TV do futuro?
Uma matéria sensacional do UOL na semana passada, mostrou que cada vez mais o brasileiro está partindo para assistir esportes nos serviços de streaming, e cada vez mais as emissoras de TV por assinatura perdem eventos. Não a toa, já temos no Brasil a Champions no Facebook, teremos ano que vem a Libertadores. Campeonatos importantes ainda estão sem transmissão na TV como o italiano (possível assistir por streaming) e o francês. Tudo isso resultado dos preços cada vez mais elevados dos direitos, e também de cada vez mais concorrentes pelos direitos, além das emissoras, os aplicativos de streaming e rede sociais.

Colunista comenta aumento das transmissões por streaming (Reprodução)
Ou ainda não?
A matéria aborda temas importantes como: o Brasil está preparado? A nossa cultura de termos nossa TV, sentarmos ao sofá para assistir esporte poderá ser quebrada ao assistirmos na tela de computador/tablet/celular? Será que no Brasil temos qualidade suficiente de internet cabo/sinal/dados para suportar tais transmissões em todo o país? Difícil saber. As primeiras transmissões no Facebook do EI, geraram instabilidade, e muitas reclamações dos usuários. Por outro lado, o Serviço do EI Plus para a Champions, e do WatchEspn para outros campeonatos, se mostram seguros em uma internet de qualidade aceitável. A ver o que o futuro nos reserva.

Carlos Salvador
fb.com/carlosaugusto.salvador
@calosalvador
A briga dos direitos
Menos um campeonato ficará escondido do telespectador brasileiro. A Liga Europa já está sendo transmitida com exclusividade pelo FOX Sports desde a primeira rodada. A negociação difícil foi selada na tarde de quarta feira, ou seja, na véspera da estreia. A emissora adquiriu os direitos pelo próximo triênio (mesmo período da champions), podendo transmitir até quatro jogos por rodada. Na estreia, foram apenas 3, devido o tempo curto para direção da emissora realocar a grade e colaboradores para as transmissões.

Pitacos
- A direção geral do FOX Sports deve ter algum problema, não é possível, manter no ar comentaristas que só faltam se agredir, num programa de debate esportivo no horário do almoço.
- Voando. A Premier League é sucesso absoluto na RedeTV. Além a qualidade do jogo, Marcelo do Ó vem se mostrando cada vez melhor na narração a cada jogo. Para alguns surpresa, mas para quem já o conhecia dos tempos de Terra e Sports+ é evolução e reconhecimento.
- A ESPN inteligentemente (e cansada) colocou na mão os telespectadores a escolha de um dos jogos de domingo da NFL. Agora, não adianta criticar a escolha ou você vota e escolhe seu time, ou verá outro na TV.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #76 | Quem Te Viu, Quem TV, por Carlos Salvador COLUNA #76 | Quem Te Viu, Quem TV, por Carlos Salvador Reviewed by Ribamar Xavier on segunda-feira, setembro 24, 2018 Rating: 5

10 comentários:

  1. FOX Sports: Me parece claro que é de interesse da direção da FOX que aconteça esse debate de baixo nível. Muita gente gosta dessa porcaria, assim como tem muito acéfalo que gosta daquele Bate Bola da hora do almoço da ESPN; ainda que lá não exista gritaria, o baixo nível também é marcante.
    RedeTV: Na boa, não sei se está tendo esse sucesso todo. Ok a iniciativa de transmitir a EPL é legal, mas é muito pouco passar apenas o jogo sem algo mais aprofundado sobre o torneio e ter um programa de esporte apenas domingo para segunda às duas da manhã. Sobre a narração eu não vi ainda, mas ter o Paulo Sérgio como comentarista é um mau sinal (lembro dele na ESPN e era sofrível).
    - Votação da NFL: Não muda nada, continuam ganhando os mesmos times (Patriots e Packers). Deveriam fazer com que os times exibidos na semana anterior não tivessem jogos transmitidos na semana seguinte. Deveriam tb é diminuir os intervalos comerciais nas transmissões, são insuportáveis.

    Sobre assistir jogos pela internet, sem dúvida é o futuro, mas ainda precisa de adaptações e condições, no caso do Brasil. Além disso tem a questão do hábito (eu particularmente não gosto muito, mas entendo). Acho apenas que, se possível deve haver opção nas TVs, e no caso da UCL, poderiam passar em talvez mais uma emissora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi li a matéria e vi também seu comentário pois bem todos nós sabemos que o futuro é o Streaming e isso ficou claro com a criação da Netflix para séries e filmes e os esportes estão entrando na onda bom vamos aos problemas Acredito eu como estudo a área que a Internet no Brasil é possível fazer uma transmissão via streaming sem problemas o que dificulta é como a estrutura é construída o servidor que hospeda o App ou site de Streaming esportivo geralmente não é exclusivo para esse fim pois é muito caro manter um servidor então se torna muito pesado manter uma transmissão rodando sem travas o caso do facebook vemos isso o Facebook Watch foi introduzido a pouco tempo no Brasil mas vemos que nas transmissões da Champions trava demais o servidor não dá conta e até pra assistir depois o jogo ele trava e demora pra carregar isso não é culpa do EI e sim do Facebook, você fez o comentário sobre a NFL pois bem esse caso dos comerciais a toda hora ´w chato eu sei bem como é mas seria assim em qualquer canal se a NFL fosse no Sportv foz qualquer outro seria assim também porque?? O problema que eu vejo na NFL é no quesito broadcast transmissão internacional a NFL possui 3 emissoras que fazem a captação hospedagem e transmissão dos jogos e são elas CBS NBC FOX ESPN então a imagem que estamos vendo é gerado por essas emissoras então se lá eles forem pro comercial aqui no Brasil a ESPN também será obrigada a ir pro comercial porque durante o intervalo lá eles não tem imagem pra por no ar e isso é a principal falha não haver um padrão de broadcast um padrão de geração internacional dos jogos esse padrão só existe no Super Bolw e é só isso acontece porque no EUA existe um lei federal pra não ter monopólio e isso acontece nas outras ligas também na NBA MLB entre outras bom desculpa o baita textão é que esses assuntos me chamam muita a atenção uma abraço

      Excluir
    2. NBA não acontece pois tem a transmissão da própria liga.
      Sobre a NFL, os jogos da CBS costumam ficar sem as linhas e isso é péssimo para nós que acompanhamos.

      Excluir
    3. Entendo perfeitamente que o streaming e a internet são o futuro, e não tenho tanto conhecimento técnico para falar, apenas fiz a observação como leigo. Mas entendo e respeito essas condições. Na questão dos intervalos, o Sportv na NBA consegue manter um nível aceitável de propagandas, menos que na ESPN, talvez poderiam tentar fazer o mesmo (mesmo sabendo que o Sportv tem mais audiência e provavelmente mais $).

      Excluir
  2. - A direção geral do FOX Sports deve ter algum problema, não é possível, manter no ar comentaristas que só faltam se agredir, num programa de debate esportivo no horário do almoço.
    É isso que dá audiência pra eles. Isso que o povão gosta de ver. Se não tiver isso, a audiência deles vai cair pela metade.

    - Voando. A Premier League é sucesso absoluto na RedeTV. Além a qualidade do jogo, Marcelo do Ó vem se mostrando cada vez melhor na narração a cada jogo. Para alguns surpresa, mas para quem já o conhecia dos tempos de Terra e Sports+ é evolução e reconhecimento. Você fala na transmissão em si? Se for concordo, estão fazendo um ótimo trabalho, mas no quesito audiência infelizmente está um fiasco, os resultados são pífios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostava das transmissões dele no Sports+, até pensei que iria pra alguma emissora tipo Fox ou ESPN, narrava Euroliga, Champions, La Liga e tênis, sempre com boas narrações. Na RedeTV não assisti ainda, dificilmente irei rsrs

      Excluir
    2. Estão fazendo bem o serviço. Os jogos que transmitiram até agora fizeram um bom papel, principalmente o Marcelo do Ó que como vc mesmo disse, já merecia estar num canal esportivo como Fox ou Espn.

      Excluir
  3. Viva a liberdade digital. E tem trouxa que ainda não admite isso. #epaunabundadoqueerveadotonyleite Bem feito para a Globosat, a Abert, para o Irineu Marinho e seu testa de ferro lá. O On Demand veio pra ficar e nos dar a liberdade de ver e pagar pelo que queremos. Muito safado vai à falência por conta disso.

    ResponderExcluir
  4. Creio que o Streaming seja de fato a tendência do futuro e já é realidade pra muita gente. Acredito também que não vai haver nenhuma dificuldade de adaptação para as novas gerações (dos anos 2000 pra cá), já cresceram com isso, então fica mais fácil. Já pra quem é dos anos 90 pra baixo, como é o meu caso (sou de 1994), as coisas são um pouco diferente. Eu, por exemplo, consumo muito conteúdo via Streaming, mas preferiria que todo esse conteúdo fosse na TV tradicional, logo sou da opinião que o Streaming deve ser opção e não a única possibilidade e isso vale para a TV também, tanto aberta quanto por assinatura. Sobre a NFL, o amigo do primeiro comentário reclamou que os escolhidos são sempre Patriots ou Packers. É difícil mudar isso, irão sempre pedir pelos times mais famosos, ninguém vai votr pra ver o Cleveland Browns, por exemplo rsrsrs. E sobre os intervalos, tem algo a fazer sim. O Esporte Interativo quando dividia os direitos com a Espn, há umas duas ou três temporadas atrás, durante as pausas a mostravam o narrador e comentarista do EI falando sobre os lances da partida e a própria Espn não ia pro comercial em toda parada, às vezes ficava mostrando lances dos times e o narrador avisava: "ficamos por aqui nesta pausa." Realmente é um negócio chato, tanto na NFL quanto na NBA, creio que seja o padrão norte-americano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, entendo ser o padrão dos EUA, mas poderiam maneirar aqui no Brasil, ainda mais passando AS MESMAS propagandas e chamadas de programas da casa. Sobre a votação, acho que poderiam tentar variar as opções para não correrem o risco das pessoas votarem nos mesmos...Enfim, acho que poderia tentar não apenas "dar o que o público quer", mas de forma disfarçada.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.