Turner vai demitir cerca de 180 colaboradores com fim dos canais Esporte Interativo

(Reprodução)
A Turner vai mesmo desativar os canais Esporte Interativo. De acordo com publicação do Tela Viva, por Samuel Possebon, alguns do direitos esportivos (especificamente a Liga dos Campeões e o Brasileirão) serão exibidos nos canais TNT e Space, pertencentes à programadora, no modelo de superstation. Ou seja, os canais não serão dedicados apenas aos conteúdos esportivos, mesclando a partir de agora a programação variada de séries, eventos e filmes já existentes com os conteúdos de esportes.

Também será descontinuada a programação do canal do Esporte Interativo hoje distribuída na banda C do satélite, de forma aberta, além do Esporte Interativo BR, transmitido em canais de TV aberta em Cuiabá e mais três localidades no interior de São Paulo, Maranhão e Espírito Santo. As mudanças, contudo, não significam o fim da marca Esporte Interativo, que será mantida e ampliada nas plataformas digitais e no EI Plus, plataforma OTT do canal, bem como nas transmissões nos outros canais.

Hoje com cerca de 300 colaboradores no Esporte Interativo, apenas cerca de 120 profissionais deverão ser mantidos para os produtos digitais e para as transmissões no modelo superstation. Os funcionários foram informados da mudança nesta quinta, praticamente ao mesmo tempo em que as operadoras que distribuem os canais e os principais anunciantes foram avisados. Alguns colaboradores ainda podem ser aproveitados nos outros canais da Turner. Para tentar minimizar o impacto de uma medida tão drástica para um contingente tão grande de pessoas (muitas estavam no Esporte Interativo desde a sua origem) a Turner estaria oferecendo um pacote de saída mais amplo do que o normalmente é oferecido nestas situações.

AINDA SOBRE O ASSUNTO
André Henning, Vitor Sergio, Alê Oliveira, Mauro Beting e correspondentes internacionais seguem na Turner
Bahia estuda romper contrato com a Turner após anúncio do fim dos canais Esporte Interativo
Liga diz que contratos da Copa do Nordeste com a Turner não serão afetados com o fim dos canais Esporte Interativo

Os dois canais lineares do Esporte Interativo hoje no lineup das operadoras começam a exibir programação em loop (repetição de material de arquivo) a partir do anúncio oficial do fim dos canais e deverão permanecer assim por cerca de um mês, quando saem definitivamente do ar. Durante o período, as mudanças serão comunicados aos assinantes.

O processo de transição deve gerar pelo menos uma grande perda para os assinantes: a Copa do Nordeste, que hoje tem uma audiência relevante e bastante engajada. Estes conteúdos não deverão ser exibidos no TNT e no Space. A Turner não está, até aqui, abrindo mão de nenhum dos direitos do Esporte Interativo, mas buscará outras formas de distribuí-los.

A mudança também terá impactos para os operadores que hoje distribuem o Esporte Interativo. A primeira delas é que, deixando de existir, os canais liberarão espaço no line up das operadoras. Por outro lado, a Turner pretende incluir nos valores negociados do TNT e do Space o custo desse conteúdo esportivo adicional. As operadoras que não se interessarem por estes conteúdos distribuirão uma versão dos dois canais sem as janelas de esporte na programação. A expectativa da Turner é que além dos jogos em si, sejam exibidos programas esportivos pelo menos duas vezes por dia nos canais como forma de gerar engajamento de audiência. Isso pode ser ampliado nos períodos dos grandes eventos, como nas semanas de jogos da Champions (são seis semanas ao longo do ano, com um total de 138 partidas).

O Esporte Interativo já se manifestou oficialmente a respeito do assunto. Leia a nota na íntegra.

Nós do Esporte Interativo/Turner, agora uma afiliada AT&T, anunciamos hoje que estamos migrando a nossa programação de TV com o futebol nacional e internacional para as marcas TNT e Space. A Turner continua comprometida com a Liga dos Campeões da UEFA pelas próximas três temporadas, iniciando as transmissões a partir deste mês. Além disso, a partir do ano que vem, começaremos a transmitir a série A do Campeonato Brasileiro até 2024.

Os canais do Esporte Interativo na TV serão desativados nos próximos 40 dias e deixaremos de transmitir competições que nos orgulhamos muito durante os últimos anos. Entretanto, as nossas atividades no mundo digital seguem firmes, e continuaremos levando a emoção que o Brasil merece pra vocês através do nosso Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, EI Plus e qualquer outra plataforma digital em que os apaixonados por esporte estejam presentes.

Não dá pra negar que estamos tristes com o fim dos canais Esporte Interativo na TV, mas ao mesmo tempo estamos ansiosos e animados com o futuro, em que estaremos todos os dias na TNT e Space, com as mesmas narrações, comentários e brincadeiras que nos acostumamos a ouvir nos últimos 11 anos. E claro, seguiremos juntos, diariamente, com a nossa família de mais de 20 milhões de fãs nas redes sociais. Muito obrigado pelo apoio de sempre. Contamos com vocês nessa nova caminhada. Tamo junto!

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Turner vai demitir cerca de 180 colaboradores com fim dos canais Esporte Interativo Turner vai demitir cerca de 180 colaboradores com fim dos canais Esporte Interativo Reviewed by Ribamar Xavier on quinta-feira, agosto 09, 2018 Rating: 5

23 comentários:

  1. Raramente assistia ao EI, mas fico um pouco triste com o fim do canal.

    ResponderExcluir
  2. Eu pouco assisto esse canal mas sempre fiquei pasma com seu estilo amador ter tanto espaco na tv. Parece que eles alugaram um restarante entre amigos e la ficam "debatendo" sobre futebol o dia todo. Fora o gritos que me deixam aperreada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Turner poderia colocar o TNT Sports (que existe na Argentina) no lugar do EI profissionalizando o canal e mantendo a parte boa da equipe (Victor Sérgio Rodrigues, por exemplo).

      Excluir
    2. Cala a boca, você não sabe nem escrever.

      Excluir
  3. MJWG
    Já vão tarde.Péssimos narradores e comentaristas.Só sabiam gritar nas narrações.

    ResponderExcluir
  4. Que lastima, como ficam a as séries C e D? Abandonam a copa do nordeste. Tem que mostrar todos os eventos no TNT e Space.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente passará só no EI Plus sendo que será mantido pelo menos por enquanto Facebook, YouTube, Instagram, Twitter e EI Plus

      Excluir
  5. Quando uma multinacional compra canais brasileiros, podem desconfiar. Depois de um tempo deixa de existir. Os próximos serão os canais Fox Sports.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Brasil é mais fácil a ESPN Brasil virar Fox Sports. Pela as perdas de competições recentes.

      Excluir
    2. Discordo o principal canal de Esportes da Disney é a ESPN Brasil e existe no Brasil desde 1989 e o Fox esportes foge totalmente da linha editorial da Disney tanto aqui quanto nos EUA. MESMO ASSIM A espn tem muito mais eventos esportivo do que A FOX E AESPN É CANAL DE ESPORTE MAIS FAMOSO DO MUNDO,

      Excluir
  6. Ribamar Xavier, sou amigo de Edgar Diniz ex presidente do esporte interativo se você quiser criar um grupo no WhatsApp para nós debatermos essa notícia tão triste que pegou todos nós de surpresa, pode contar comigo. Eu era colaborador do blog esportivo mídia esportiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já temos um grupo no WathsApp. Quem desejar participar envie o número para esporteemidia@yahoo.com.br

      Excluir
    2. Amigo Ribamar Xavier,estou no meu escritório ainda quando chegar em casa te mando o meu e-mail meu nome é Lucas Martins.

      Excluir
  7. IMAGINA A CARA DE FELICIDADE DOS DIRETORES DO GRUPO GLOBO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles não estão em muito boa situação, não, Anderson. Essa globosta tá perdendo audiência todos os dias, é que eles compram os sites especializados pra esconderem a notícia. Mas os blogs independentes todo dia noticiam a queda de audiência, até no tal do Jornal Nacional, a que nunca assisti. Eles podem estar alegres por mais uma concorrente quebrar, mas a ESPN-FOX veio pra ficar. Essa rede dos infernos que se cuide!

      Excluir
  8. Previsto, ou voces acham que a Warner desembolsaria uma grana pra mostra Série D (PERGUNTA). Vão passar alguns jogos da Champions e Brasileirão na TNT e o que não fechar com a grade vão fazer igual a FOX fez com o campeonato espanhol.

    ResponderExcluir
  9. Apesar de não gostar muito da maioria da programação do canal, considero lamentável! Que a Fox não siga este caminho sem volta.

    ResponderExcluir
  10. O ESPORTE INTERATIVO COMPROVOU QUE É UMA FARSA. NO VIDEO SAO TODOS UMILDES MAS QUEM CONHECE ELES SABE QUE É UMA MAFIA QUE USOU MEU NORDESTE PRA SE PROMOVE MINHA AMIGA QUE TRABALHOU LA FALOU QUE LA E UMA BAGUNCA AS REPORTE SAO TUDO CASADA COM DIRETO E POR AI VAI.

    ResponderExcluir
  11. Pelo que vejo, a TV como costumamos a acompanhar desde os anos 50 está morrendo. A Web está tragando tudo. O que não deixa de ser ruim. O mundo hoje é On-Demand. Pra que criar uma mega estrutura única se ela pode ser fluída, digital e on-cloud ? Talvez aquela idéia da criação de um SPORTFLIX seja a melhor solução para todos. Um único site, com todos, eu disse todos, os esportes e competições disponíveis. Sem ter que esperar novela, reality show etc. Eu assino, clico e vejo. Dou pause, volto, e escolho de onde recomeçar. A liberdade é digital. Viva a liberdade.
    Falta só acabarmos agora com o Estado e suas amarras !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na moral maluco, vai mamar um boi pra ver se sai leite.
      "qui qui qui on demand, internet, falta acabar com o estado mimimi"

      Ô seu ancap burro, tu quer ficar indo e voltando no programa igual pele de pica pra quê? Esporte é ao vivo, seu cabaço. Deixa de ser estúpido, porra. "Sportflix" é o caralho. Parece aqueles velhos que nasceu em 70 pra frente e descobriu como funciona a internet agora, e ai fica vomitando um monte de termos que aprendeu no youtube, sem nem saber onde se deve de fato aplicá-los.

      Se não sabe usar internet, pra que fica comentando? Para de passar vergonha, cara. Benzadeus, como tem gente burra, puta que o pariu.

      Excluir
  12. Fica feio pro EI pelo fato de terem lutado tanto pra conseguirem espaço nas operadoras de TV por assinatura e terem durado apenas 3 anos. Os "superstations" serão a nova tendência aqui no Brasil. Fox deu a largada e a Turner vai aproveitar o embalo com seus dois carros-chefes, Space e TNT. Nos EUA, isso tem sido sucesso, comercialmente falando. Agora, a maneira pela qual os colaboradores foram demitidos foi ridícula. Crachá 1 pra quem foi mandado embora e Crachá 2 pra quem ficava?

    ResponderExcluir
  13. Os canais que eram fortes por séries e filmes são os que mais perdem para NETFLIX, NOW etc.
    O esporte ainda sobrevive porque a graça é assistir ao vivo. Então eles estão embarcando nisso. A Sony passou a transmitir tênis. A fox mandou pro seu canal premium o campeonato espanhol. Agora a TNT dando esse pulo também.

    ResponderExcluir
  14. Muito trite esse canal é o único que da atenção pro futebol do Nordeste....

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.