COLUNA #199 | Por espaços de conteúdo, por Albio Melchioretto

Colunista fala das mídias sociais e os novos hábitos de consumir informações esportivas (Reprodução)
Há algum tempo venho registrando em minha página pessoal algumas linhas sobre os jogos de futebol que acompanho. Às vezes falo do jogo, outras de assuntos tangenciais a ele, alguns até arrisco uma análise. E sempre posto no dia seguinte do jogo, dá tempo de pensar, remover e ler alguma coisa sobre o jogo. Para alimentar minha reflexão, busco ler notícias ligadas a cidade dos envolvidos. Fazer o olhar a partir daquele que está envolvido. Práticas possíveis graças as maravilhas da internet. E aqui está o tema da coluna desta semana, as notícias na rede.

Ao mesmo tempo que existe uma variedade de possibilidades, encontro também a superficialidade da informação. Esta é a maior barreira para escrever. Generalizar é um erro, mas notícias com reflexões profundas são raras de se encontrar.

As ferramentas de mídias sociais trouxeram novos hábitos de consumo de notícias. Mais da metade dos brasileiros dizem confiar, segundo o Ibope, confiar em notícias divulgadas no Facebook, só para citar uma rede. Porém, o comportamento neste espaço é de uma rapidez. Os usuários acessam uma enxurrada informacional. Nada de profundidade ou reflexões, tudo ao dedo de um clique: “nada de textão!”.

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
Esse tipo de comportamento tem alterado os veículos institucionalizados. Tudo virou rapidez. Textos curtos, rasos e sem muita reflexão sobre o fato. Em tempos de cyberódio, textos água com açúcar. Isso que encontro. Por exemplo, durante a semana acompanhei a final do Nordestão. Os principais jornais de São Luiz e de Salvador, escreveram exatamente a mesma coisa sobre a partida, contaram o fato, como o gol e as tentativas do Bahia, nada de reflexão ou de colunas sobre o tema. Tudo na rapidez advinda das redes sociais. O factual é raso.

Nesta onda, uma ferramenta de mídia social adquire os direitos de transmissão da televisão aberta. Não entendo como esta mescla pode acontecer. Penso que leilão de TV aberta devesse ficar com TV aberta, mídia virtual é outra coisa. E o que uma coisa tem com outro. O ambiente de superficialidade não fará uma transmissão da Champions, como os canais fizeram até agora. Tudo ficará na velocidade das mídias sociais, do clicar, do achar, do opinar por falar sem muito acrescentar. Uma pena que o factoide deixe a exploração de lado para uma mera comercialização da notícia.

Se você leitor, não acredita no fato, procure notícias no Brasil e na Bélgica com análises e descrição tática mais aprofundadas...

p.s.: Agradeço aos leitores que lembraram muito bem do programa “Belas da Rede”, da RedeTV!. 

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #199 | Por espaços de conteúdo, por Albio Melchioretto COLUNA #199 | Por espaços de conteúdo, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on domingo, julho 08, 2018 Rating: 5

Nenhum comentário:

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.