COLUNA #159 | Respeito e desrespeito, por Alipio Jr.

Colunista comenta 'deslize' do comentarista Vagner Vilaron na transmissão de jogo do Botafogo (Reprodução/Twitter)
Olá a todos!

Todo repórter, comentarista, narrador, todo profissional da imprensa esportiva tem um time do coração. Negar tal possibilidade é inimaginável num país em que cada profissional respira o esporte, principalmente o futebol, antes mesmo de começar a andar. Assumir ou não o time do coração é opção de cada um. O principal é entender que enquanto profissional de uma emissora que pretende ser para todos os times, tais práticas são inaceitáveis.

Faço essa introdução para comentar sobre o vídeo que viralizou, com o comentarista Vagner Vilaron utilizando um termo desrespeitoso para se referir ao Botafogo, quando fazia a análise sobre o time pelo PFC. Muita gente (me incluo aí) achou que era montagem ou que estavam entendendo errado, até que o próprio Vilaron confirmou o inaceitável deslize.

Não há a mínima possibilidade de qualquer profissional se referir assim a qualquer clube de futebol. Não há espaço nas transmissões para esse tipo de “deslize” independente de quem esteja jogando. O telespectador paga caro por essa transmissão, o mínimo que se espera é respeito por parte da empresa, profissionalismo e a tentativa de um comentário isento. A impressão deixada é de que o comentarista repete o termo tantas vezes que automaticamente o utilizou quando não deveria.

Alipio Jr.
@alipiojr
Ah! A imagem que ilustra essa coluna foi a admissão de culpa e o consequente pedido de desculpas do comentarista. O canal não se pronunciou a respeito e não me parece que o fará.

Desrespeito total.

Falei primeiro do que considero desrespeito para encerrar a coluna falando sobre o respeito. Meu máximo respeito.

No começo da Copa comentei com um amigo o quanto achava ruim todos os memes que simulavam o interesse do Casagrande por drogas. Não posso achar engraçado algo tão sério e que mexa tanto com a vida da pessoa como foi nesse caso, ainda mais quando o próprio já falou sobre as dificuldades de vencer o vício tantas vezes.

Claro, sempre haverá um Paulo Henrique Amorim da vida, tentando desmerecer a declaração de uma maneira tão vil que depôs mais contra si, parecendo destilar inveja da repercussão positiva do caso.

O discurso dele no final da Copa do Mundo foi tocante e merece o meu máximo respeito, pela coragem de se expor desta maneira e o meu respeito também vai para a emissora, que manteve o profissional e ajudou na recuperação.

Respeito total.

E você, o que achou das situações acima? Escreva para mim, comentando.

Abraços e até a próxima.

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #159 | Respeito e desrespeito, por Alipio Jr. COLUNA #159 | Respeito e desrespeito, por Alipio Jr. Reviewed by Ribamar Xavier on julho 26, 2018 Rating: 5

3 comentários:

  1. Já é a segunda mancada recente do Vilaron, sendo a outra comentar a foto de uma atriz pornô. Tá precisando levar uma chacoalhada e entender que ele não tá na Fofox ou na ESPNada, onde tais gracinhas são até frequentes.

    Paulo Henrique Amorim é o maior hater da Globo. E o maior babaca também. Carinha sem-vergonha, um velho que, se bobear, usa fralda geriátrica e deveria se aposentar, cuidar de seus netos ou bisnetos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo parágrafo concordo plenamente contigo. Primeiro não falo nada pq nem to sabendo qual foi essa trapalhada Vilaron X Botafogo.

      Excluir
    2. Vi agora q o cara chamou o time de BoStafogo. kkk, Pra gente nos comentários na net não dá nada, mas pra um jornalista soltar uma dessas, se não ganhar caminha da rua já tá no lucro.

      Excluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.