Seedorf pede para Petkovic não levantar voz em debate no 'Seleção SporTV'

(Reprodução/SporTV)
Uma divergência sobre tática esquentou o clima entre Petkovic, Seedorf e Walter Casagrande, no programa 'Seleção SporTV' especial de Copa do Mundo na noite desta segunda-feira (25). A informação é do Yahoo! Esportes.

Casagrande falava sobre a opção da seleção italiana por jogar em sistema defensivo com um libero, além de dois zagueiros, quando o sérvio, também comentarista do Grupo Globo, questionou: “Mas a Itália está jogando com líbero agora?”. Aparentando não saber o que responder, Casão olhou para os apresentadores ao seu lado, Marcelo Barreto e André Rizek, quando Seedorf tomou a palavra para socorrer o colega: “Eles ganharam o Mundial de 2006 jogando com três. Até o ano passado jogaram assim. O Conte [técnico da Itália após a Copa de 2014] jogava com três.

“Mas jogou com três, não jogou com líbero?”, contestou Pet. “Diferença muito grande. Joga com três na linha, mas não necessariamente com líbero. Quando se joga com líbero, fica com a bunda lá atrás”, reforçou. A fala motivou discordância de Casão. “Deixa eu terminar”, insistiu o sérvio.

“O Baresi era considerado um líbero”, tentou falar Casagrande, sendo interrompido por um agitado Petkovic. “Esquece o Baresi. Tô dizendo agora. Quando joga com três, não joga com líbero. Bélgica joga com três. Está jogando com líbero?”, questionou. “Claro que joga com líbero”, respondeu Seedorf, ganhando apoio de Casagrande: “Você não faz três sem o líbero.”

Enquanto isso, Pet fazia cara de insatisfação. “Se você tem três, um cara do meio fica atrás”, tentava argumentar Casão, para novo corte de Pet: “Não fica sempre atrás, senão dá condição”, disparou, aumentando o tom da voz.

Seedorf o confrontou: “Tudo bem. No Barcelona, o Mascherano fazia o quê?”

“Não joga com líbero. Joga com os três na linha, desce com os dois de lado e faz cinco”, seguiu convicto, Petkovic.

“Qual dos três é incumbido de fazer a cobertura se sair uma jogada de velocidade?”, perguntou Casagrande. “Cada um cuida das costas dos outros”, afirmou Petkovic, contrariando Casão. “É o do meio, que tá vendo a jogada e que sai para cobrir”, disse ali. “Beleza”, soltou Pet, incomodado com o que ouvira.

Então Seedorf ponderou com o colega: “É a filosofia de cada um”. Em vão. “Filosofia, não. Se joga com três, joga com três em linha, que é mais ou menos ofensiva dependendo do ponto de vista”, rebateu, irritado.

“Eu não concordo você, mas tudo bem”, comentou o holandês. “Nem eu”, fez coro Casagrande. “Não precisa”, desdenhou de ambos Pet, cuja forma de falar gerou desconforto a Seedorf, a ponto de repreendê-lo. “Não precisa levantar a voz, não.”

Foi preciso a intervenção de Rizek, um dos apresentadores. “Eu vou dar mais um minuto para vocês terminarem essa discussão”

“É muito simples: É só respeitar a opinião de cada um que não tem discussão, não tem diferença. É ponto de vista, visão e pronto, não tem discussão”, disparou Casão, encerrando o debate.




Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



Seedorf pede para Petkovic não levantar voz em debate no 'Seleção SporTV' Seedorf pede para Petkovic não levantar voz em debate no 'Seleção SporTV' Reviewed by Ribamar Xavier on junho 26, 2018 Rating: 5

4 comentários:

  1. Pet é chato pra caramba, não aceita ser contrariado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo amigo, ele sempre parece acima do bem e do mal nos seus comentários, querendo sempre ele pôr o ponto final na discussão, e quando é contrariado fica com respostas grosseiras e diretas, diferentemente do Seedorf, que é um exemplo com comentários pontuais e falando de uma maneira clara e calma.

      Excluir
  2. Olha um Sormani mas na versão sérvia no sportv.

    ResponderExcluir
  3. Sem contar que a voz dele é, no mínimo, incômoda. Chato esse Pet.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.