COLUNA #190 | Guia da Placar nem tão super, por Albio Melchioretto

Colunista comenta o Guia do Brasileirão da Revista PLacar (Reprodução)
Já falei em outras oportunidades da Revista Placar neste espaço. Ela é um ícone do jornalismo esportivo deste paÍs. Pena que estamos longe do período áureo da revista. Apesar de trazer informações interessantes, a circulação mensal e a concorrência com outras mídias fazem como que a relação entre notícia e leitor seja outra. Com edições mensais percebemos que algumas edições sempre são mais badaladas que outras, como por exemplo, os guias de competição. Mesmo assim a questão é válida, até quando a mídia impressa continuará?

Questionamentos a parte, temos a edição de Abril, então, apresenta o Super Guia do Brasileirão, que nos primeiros dias de maio tive acesso. De cara me assusta manchetes com previsão de futuro. Você já imaginou sua foto numa rede social com a legenda: “destinado ao desemprego!” ou outra ainda, “trabalha tanto e será recompensado com uma casa nova na praia”. Não faz sentido. Na edição encontro manchetes como “com os dias contatos na primeira divisão”. Como assim? Na obra Os números do futubol, de Chris Anderson e David Sally apontam que em apenas 51% dos jogos os favoritos vencem. Sendo assim, antes da competição iniciar prever o futuro é assumir o risco do engano. É a mesma coisa que narradores enfatizam disputa pelo rebaixamento na quarta rodada, tenha dó mané!

Albio Melchioretto
albio.melchioretto@gmail.com
@amelchioretto
Na revista, há algo digno de elogios. Sempre gostei da leitura de almanaques. Aquela parte dos números, das curiosidades, do que nos faz parecer inteligentes em mesa de boteco. Por exemplo, até agora, 129 clubes já disputaram a primeira divisão do nacional. Para todos os efeitos a revista considera como Brasileirão as competições de 1971 para cá, desconsiderando a equivalência dos títulos feitas pela CBF, mas não polemiza 1987. Escolhas que são claras aos olhos do eleitor.

E você, ainda acompanha a mídia impressa esportiva?

Curta nossa página no FACEBOOK.
Siga o Esporteemidia.com no TWITTER.
Nos acompanhe no GOOGLE+.



COLUNA #190 | Guia da Placar nem tão super, por Albio Melchioretto COLUNA #190 | Guia da Placar nem tão super, por Albio Melchioretto Reviewed by Ribamar Xavier on maio 07, 2018 Rating: 5

8 comentários:

  1. Tudo bem que a unificação dos títulos do BR foi um presente da CBF mas, sendo ela entidade máxima do futebol tupiniquim (o que não é nenhum fato pra se orgulhar) que a Placar respeite as decisões e aceite os títulos de 59 a 70.

    Ela perdeu o meu respeito quando disse que o Palmeiras era penta (ao invés de enea) e ainda disse, na cara dura, que respeitaria a história e desconsideraria a decisão tomada pela CBF.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai entender né. Respeita a história, não reconhece 9 títulos nacionais do Parmera mas reconhece o Mundial dele de 51 e 52 do Fluminense.

      Excluir
    2. Clube Títulos
      Palmeiras 9
      Santos 8
      Corinthians 7
      São Paulo 6
      Flamengo 5
      Cruzeiro 4
      Vasco da Gama 4
      Fluminense 4
      Internacional 3
      Grêmio 2
      Botafogo 2
      Bahia 2
      Atlético-MG 1
      Guarani 1
      Atlético-PR 1
      Coritiba 1
      Sport 1

      Excluir
    3. Se o Botafogo estivesse no lugar do Cruzeiro, teríamos uma sequência
      SP-SP-SP-SP
      RJ-RJ-RJ-RJ
      RS-RS

      pra ver como é polarizado o campeonato.

      Excluir
  2. Até meados de 2000, a Revista Placar e o Lance eram os guias primordiais pra quem gosta do futebol brasileiro. Internet e tv paga na época para poucos ainda no país, eram os melhores guias do futebol nacional, porém, a um custo meio salgadinho financeiramente para quem não tinha um poder aquisitivo financeiro bom.

    Com a evolução das coisas, nem me lembrava mais deles, fui lembrar agora pq li essa matéria.

    "E você, ainda acompanha a mídia impressa esportiva?"
    Não mais.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente a Placar caiu muito depois de que tentou voltar a ser semanal em 2001; ainda teve periodicidade, mas a qualidade, com raras exceções, caiu demais. Acho que uma revista mensal, mais aprofundada sobre o futebol no país, faz muita falta. Também temos de dizer que o brasileiro não se liga tanto nesse tipo de publicação com mais qualidade; em média lê pouco e não tem esse hábito. Mas acho que, mesmo assim, seria ótimo termos uma revista abrangente assim; se não a Placar, alguma outra que ocupe esse espaço.

    ResponderExcluir
  4. Campeonato brasileiro é de 71 pra cá,o resto é políticagem!

    ResponderExcluir
  5. Não é o que diz a CBF. Se o órgão máximo diz que vale os anteriores a 71 então vale, assim como pra Fifa não vale os mundiais de 51 e 52 que Palmeiras e Fluminense lutam pelo reconhecimento.

    ResponderExcluir

O que achou dessa informação? Compartilhe conosco!

Os comentários ofensivos serão apagados.

O teor dos comentários é de total responsabilidade dos leitores.

Tecnologia do Blogger.